Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Exportações de carne de cordeiro dos EUA caíram 36% em maio

postado em 17/07/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Depois do desempenho recorde do ano passado, as exportações de carne ovina (incluindo cortes de músculos e miúdos) dos Estados Unidos tiveram um difícil começo em 2012. Até maio, as exportações caíram 36% em volume (5.109 toneladas) e 20% em valor (US$ 10,1 milhões). O volume exportado em maio (866 toneladas) caiu 52,23% com relação ao ano anterior, enquanto o valor caiu 34,8%, para US$ 1,83 milhão.

O principal mercado de exportação da carne ovina norte-americana até maio foi o México, que comprou 3.860 toneladas (-7%) por US$ 4,997 milhões (-3%). Em segundo lugar veio Caribe, comprando 601 toneladas (-50%) por US$ 2,206 milhão (-23%). Em terceiro esteve o Canadá, que apresentou uma queda de 72% nas compras em volume, para apenas 338 toneladas, e uma queda de 1% em valor, para US$ 1,557 milhão. O Panamá teve um bom desempenho, com as exportações aumentando 71% em volume (29 toneladas) e 165% em valor (US$ 105.000).

Os dados são do site da USMEF (www.usmef.org), traduzidos e adaptados pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade