Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Exportações do agronegócio batem recordes históricos

postado em 08/09/2006

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As exportações brasileiras do agronegócio totalizaram US$ 31,774 bilhões entre e janeiro a agosto deste ano, 10,9% acima do valor exportado em igual período de 2005. Somente em agosto, as vendas do setor atingiram US$ 5,179 bilhões, o que representou um crescimento de 18% em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, no acumulado do ano, as importações totalizaram US$ 4,182 bilhões. Como conseqüência, o superávit do setor foi de US$ 27,592 bilhões. Tanto o valor das exportações quanto o superávit do agronegócio são recordes históricos para períodos de janeiro a agosto. Em agosto, a balança comercial do agronegócio registrou superávit de US$ 4,559 bilhões, também recorde para meses de agosto. As importações do mês somaram US$ 620 milhões.

No período de setembro de 2005 a agosto de 2006, as exportações brasileiras do agronegócio totalizaram US$ 46,714 bilhões, 12,2% acima do valor exportado entre setembro de 2004 e agosto de 2005, que foi de US$ 41,642 bilhões. As importações foram 19,3% superiores aos doze meses anteriores, com gastos de US$ 6,013 bilhões. Com isso, o superávit comercial acumulado nos últimos 12 meses foi de US$ 40,7 bilhões.

As informações são do Mapa.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Comentários

Wilso Pedro Oro

Outro - Santa Catarina - Produção de leite
postado em 18/09/2006

É bom ver o Agronegócio brasileiro aumentando a cada ano e quebrando recordes a cada safra. Porém, nota-se que mesmo assim a descapitalização do setor produtivo primário brasileiro é grande. Falta, na minha visão, negociadores mais arrojados por parte do Governo, quando sentamos na mesa de negociações internacionais. Sou a favor de todo e qualquer desenvolvimento, mas não é possível, que para exportarmos nossos produtos do Agronegócio brasileiro tenhamos que recolher royaties, para outros Governos, e produtos com mais tecnologias, destes mesmos países entram aqui sem nenhuma taxa.

Um abraço
Wilso Pedro Oro
Bacharel em Agronegócios

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade