Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

França: conferência sobre futuro do setor ovino europeu

postado em 21/08/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O ministro da Agricultura francês, Michel Barnier, convocou uma conferência, a nível europeu, para os próximos dias 4 e 5 de setembro em Limoges, na França, com o objetivo de buscar soluções para a complicada situação que vive o setor ovino em toda a União Européia (UE), informou o site Eurocarne.

Os responsáveis políticos e os profissionais poderão refletir sobre o futuro do setor e as medidas a serem tomadas a fim de garantir sua continuidade.

O setor ovino e, em particular, o setor de carne ovina, gera rendimentos que estão entre os mais baixos do setor agropecuário na Europa. Esta situação de inferioridade vem sendo agravada pelo aumento nos preços das matérias-primas.

De sua conservação depende, por exemplo, a perenidade da economia de várias regiões difíceis, onde a atividade constitui a última barreira antes do despovoamento. A atividade também tem um papel no meio-ambiente que é preservação das pastagens naturais e a manutenção das veredas, que contribuem para proteger a biodiversidade, evitar incêndios florestais, entre outras coisas.

Participarão da conferência os ministros da Agricultura dos principais países europeus preocupados com a questão (Irlanda, Reino Unido, Espanha e Romênia), os representantes dos países que assumirão a presidenta da UE em 2009 (Suécia e República Tcheca), a comissária européia de Agricultura e Desenvolvimento Rural, bem como especialistas e agentes do setor.

Entre as soluções e medidas que poderão ser tomadas estão o reforço das pesquisas e a formação a fim de consolidar uma atividade que requer um conhecimento técnico considerável, re-equilibrar as ajudas públicas a favor do setor ovino, que não faz parte dos setores mais bem amparados, reativar a produção e o consumo organizando melhor a oferta e aumentando a promoção da carne de cordeiro, assim como de produtos mais elaborados para responder às expectativas do consumidor final.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade