carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Governo compra carnes de criadores para reduzir prejuízos da seca em Pernambuco

postado em 23/01/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Criadores de cabras e ovelhas do semiárido de Pernambuco estão vendendo animais ao governo federal para tentar reduzir os prejuízos provocados pela estiagem. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, a partir do programa de aquisição de alimentos, está doando a carne comprada para comunidades carentes.

Três pequenos criadores de Afogados da Ingazeira, localizado no Sertão do Pajeú, acompanharam a entrega. Para eles, que estavam tendo dificuldade para vender as cabras da criação, o programa do governo federal chegou em boa hora.

“Um momento muito bom pra gente. Na época da seca, da estiagem, a gente estava com dificuldade pra vender porque o atravessador estava querendo comprar com o preço lá embaixo, e na hora que a gente chegou botando lá no abatedor da Conab foi muito bom porque a gente teve um valor a mais do que a gente estava vendendo”, disse o criador José Ivo Batista.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em parceria com o a Secretaria de Agricultura de Pernambuco, está realizando a distribuição das doações e, nesta segunda-feira (21), os alimentos chegaram ao município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife. O Instituto Céu Azul, localizado no bairro do Timbi, em Camaragibe, atende mais de 300 crianças da comunidade e recebeu 200 quilos de carne de ovinos e caprinos.

Carlos Antônio da Silva, presidente do Instituto Céu Azul, contou que a comida que chegou nesta segunda-feira vai ajudar muito. “Com essa alimentação que chegou agora, vai exatamente facilitar o abastecimento da alimentação diária das crianças, de forma que isso é de fundamental importância para o andamento do nosso projeto”, falou.

O presidente nacional da Conab, Rubens Rodrigues, disse que o programa tem como meta principal ajudar os pequenos criadores do semiárido atingidos pela estiagem e os alimentos serão sempre distribuídos com instituições que atuam em comunidades carentes. “Enquanto houver a situação de estiagem no Nordeste e principalmente aqui no estado nós vamos dar continuidade a esse programa. Ele já foi estendido até 30 de junho”, afirmou o presidente do Conab.

As informações são do G1 de Pernambuco, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade