Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Governo investirá R$ 30 bilhões para ampliar oferta de água no Nordeste

postado em 05/03/2013

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os investimentos do governo federal para aumentar a oferta de água no Nordeste, região atingida por uma das secas mais rigorosas das últimas décadas, serão de aproximadamente 30 bilhões de reais, afirmou a presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira (04). Dilma explicou, no programa de rádio Café com a Presidenta, que o governo deve investir, até 2014, mais de 24 bilhões de reais em barragens, canais, estações de tratamento e redes de abastecimento, além das obras de integração da Bacia do São Francisco.

"Nós estamos fazendo obras em todo o Nordeste. Essas obras são para ampliar a oferta de água, tanto nas grandes cidades como nos pequenos municípios da região do semiárido, que são aqueles que mais sofrem com a seca", disse a presidente. Esses recursos, somados aos 5 bilhões de reais previstos para o programa de construção de cisternas e poços, o Água Para Todos, totalizam cerca de 30 bilhões de reais.

"Veja só: se a gente somar todos esses investimentos, nós chegamos a quase 30 bilhões de reais e, com eles, vamos ampliar a oferta de água para toda a população do Nordeste", acrescentou.

A região tem enfrentando um dos período de seca mais rigorosos das últimas décadas. A falta de chuva tem prejudicado culturas de milho e algodão, reduziu a produção de cana na região e tem secado os pastos, levando gado e cabras a morrer de fome.

Na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou uma ajuda de crédito no valor de 3,6 bilhões de reais a pequenos agricultores afetados pela seca. Dilma afirmou ainda em seu programa semanal de rádio que é sua "determinação" que a obra de integração da Bacia do São Francisco seja acelerada. "Nós vamos entregar a obra etapa por etapa... e cada uma dessas etapas vai beneficiar cidades inteiras até que, no final de 2015, toda a obra estará pronta", disse a presidente.

As informações são da Reuters, adaptadas pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

cincinato mendes ferreira filho

Montanha - Espírito Santo - Indústria de laticínios
postado em 08/03/2013

Isso não resolve nada o nosso governo não tem planejamento, qualquer um começaria a transposição do rio são francisco dele para frente o nosso governo começa do final... ai ninquém merece.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade