Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

IBGE: clima e preços externos tornaram 2012 'desfavorável' à pecuária

postado em 11/10/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Com más condições climáticas e pressão internacional nos preços de commodities e insumos, o ano de 2012 não foi 'favorável' para a pecuária brasileira. A produção nacional apresentou queda nos principais rebanhos em todo o País, segundo a pesquisa Produção da Pecuária Municipal 2012 (PPM), divulgada na manhã desta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Principal item da pecuária, o rebanho bovino teve queda de 0,7% em relação a 2011, o equivalente a uma redução de 1,536 milhão de cabeças de gado. Entre os demais, caprinos teve queda de 7,9%; ovinos de 5%; galináceos 1,8%, e suínos de 1,3%.

Apesar da queda nos rebanhos, houve aumento nos produtos de origem animal. Entre os bovinos, a alta no abate foi de 8%, seguida pelos suínos 3%. Produtos da cadeia de couro (3,1%), leite (2,5%) e ovos (4,9%) também registraram aumentos. A principal queda foi na produção de mel, com 19,3% 'devido à falta de floração consequente da seca, que levou à extinção desta atividade em muitas áreas'.

Em todo o País, houve 13% menos precipitações em 2012 do que no ano anterior. A prolongada seca no Nordeste também prejudicou as produções de leite e carne bovina. O rebanho na região caiu 4,5% em relação a 2011 e a produção de leite 14,8%. Também houve alta no custo de produção, principalmente insumos, como produtos veterinários, e nas rações, em virtude da elevação de preços da soja e do milho no mercado internacional.

Como consequência, destaca o estudo, 'os preços ao consumidor refletiram o impacto desses fatores sobre a pecuária'. De acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os principais produtos da pecuária brasileira tiveram forte inflação em 2012. Entre eles, a carne de suíno (8,8%), frango inteiro (16,93%), frango em pedaços (5,38%), leite e derivados (5,73%), ovos de galinha (18,77%). 

As informações são da Agência Estado.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade