Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

IBGE: preços ao produtor em junho caem 0,66%

postado em 04/08/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), divulgado ontem (04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ficou em -0,66% em junho deste ano, na comparação com maio. Em 2011, o IPP acumula alta de 0,55%. No acumulado de 12 meses, a variação do indicador é de 4,89%.

O IBGE revisou a variação do IPP de maio ante abril, de uma queda de 0,55% para um recuo de 0,46%. O número acumulado no ano até maio também foi revisado, passando de 1,13% para 1,22%. Já a variação acumulada nos 12 meses encerrados em maio foi revista de 5,60%, para 5,69%.

Os preços de alimentos recuaram 1,5% em junho, segundo o IPP. No acumulado do ano, a queda foi de 4,53%, mas, na comparação com junho de 2010, ainda há um aumento de 16,16% nos alimentos. Dos 43 produtos selecionados para representar a atividade alimentos no IPP, 13 aparecem com destaque em termos de variação ou impacto. O produto Tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja apresentou uma forte participação em junho, onde só não obteve destaque em sua variação contra junho de 2010.

Coincidindo com o período de safra da cana, os açúcares (cristal, refinado e demerara) aparecem em destaque, tanto em termos de variação negativa na comparação com maio (demerara e cristal), quanto em termos de influência, também negativa, no mensal (todos os três tipos de açúcar) e no acumulado em 2011 (cristal e refinado). No acumulado em 12 meses, o açúcar cristal aparece como influência positiva.

Em termos de variação acumulada no ano, o café (especialmente o torrado) apresentou variações positivas, mas não suficientes para contrabalançar as quedas do setor.

As informações são da Agência Estado, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade