carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Impacto do embargo russo na agricultura da Austrália

postado em 28/08/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O governo da Rússia anunciou no começo de agosto que introduziria um embargo total à maioria das importações de alimentos da União Europeia (UE), Estados Unidos, Canadá, Austrália e Noruega. O embargo cobre carnes, lácteos, frutas e 500 vegetais e se aplicará por um ano.


O impacto direto do embargo dos produtores agrícolas da Austrália provavelmente será relativamente pequeno, à medida que menos de 1% das exportações agrícolas australianas – A$ 321 milhões (US$ 298,97 milhões) em 2012-13 – são destinadas à Rússia. A maioria das exportações agrícolas australianas à Rússia é de produtos de carne bovina, embora os lácteos estejam crescendo fortemente nos últimos anos.

Os impactos secundários do embargo deverão ser a maior preocupação para os produtores australianos. A Rússia importa cerca de US$ 11,5 bilhões de alimentos anualmente de países que agora estão sujeitos ao impacto, dos quais US$ 10 bilhões são da UE. Existe um risco de que os preços caiam à medida que esses produtos são vendidos em outros mercados.


 


Carne de cordeiro


A Rússia importou US$ 20 milhões de carne de cordeiro australiana em 2011. Dos países agora sujeitos ao embargo, a Austrália é de longe o maior fornecedor de carne de cordeiro à Rússia. Apesar de a Austrália exportar 54% de sua carne de cordeiro, o produto vai principalmente para Oriente Médio, China e Estados Unidos. Consequentemente, a expectativa é que o impacto do embargo aos produtores de carne de cordeiro seja pequeno.

Carne bovina


Dados da FAOSTAT indicam que 82% das exportações de alimentos da Austrália à Rússia são de produtos de carne bovina, apesar de nenhuma carne bovina australiana ter sido exportada à Rússia desde abril por causa de questões de qualidade e de protocolo. As importações totais da Rússia de carne bovina agora estão sujeitas ao embargo e representam menos de US$ 900 milhões, o que sugere que qualquer impacto secundário nos preços para os produtores australianos deverão ser moderados. Ainda é possível que as exportações de bovinos vivos à Rússia continuem, apesar do embargo.

Lácteos

As exportações australianas de lácteos à Rússia vêm crescendo bastante nos últimos anos. Embora os dados dos FAOSTAT indiquem que as exportações australianas de lácteos à Rússia tiveram um valor de cerca de US$ 20 milhões em 2011, dados recentes da Murray Goulburn sugerem que as exportações poderiam alcançar US$ 100 milhões em 2014. Embora isso represente uma pequena porção da indústria de lácteos de exportação da Austrália, de A$ 2,2 bilhões (US$ 2,04 bilhões), há um risco de que os preços internacionais cairão mais à medida que os produtores da UE busquem encontrar compradores alternativos.

Trigo


A Rússia é um exportador de trigo e, como resultado, o embargo não afetará diretamente os produtores de trigo da Austrália.

Em 25/08/14 – 1 Dólar Australiano = US$ 0,93137
1,07323 Dólar Australiano = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

O relatório é do National Australia Bank Limited, traduzido e adaptado pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade