Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Importações chinesas de carne ovina cresceram 50% em 2012

postado em 13/08/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Com um rebanho ovino de 140 milhões de cabeças, que representa 12% da população ovina mundial, a China aumentou suas importações de carne ovina em 50% em um ano. Um relatório do Secretariado Uruguaio de Lã (SUL) mostrou que, em 2012, a China importou 123,7 mil toneladas. Comparando o volume com 2010, o crescimento foi de 117%.

A população ovina – a maior em todo o mundo – está concentrada no norte e no oeste da China, nas regiões de Inner Mongólia, Xinjiang, Henan e Shandong. A produção de carne ovina é quatro vezes superior à da Austrália ou da Nova Zelândia. No entanto, as importações líquidas de carne continuam com um crescimento sustentado respondendo à expansão do consumo de carnes vermelhas permitido pelas altas taxas de crescimento da economia chinesa, o consequente aumento da renda e a importante expansão da classe média urbana, informou o SUL.

A tendência de compras de carne ovina da China parece se acentuar ainda mais durante esse ano, transformando o país em um dos principais protagonistas do mercado internacional. Um indicador são as exportações da Nova Zelândia até agora (outubro-junho), que alcançaram o volume de 71,6 mil toneladas, o dobro do volume exportado no ano anterior. Também houve crescimento das exportações da Austrália que, até agora nesse ano, aumentaram 33% a esse destino em volume, alcançando 17,9 mil toneladas.

A reportagem é do http://tardaguila.com.uy, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade