Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

INCRA e MDA/PB implantam 1ª Usina de beneficiamento de leite de cabra em assentamento

postado em 20/01/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O superintendente regional do Incra, Lenildo Morais e a delegada do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA/PB), Giucélia Figueiredo, assinaram na última quarta-feira (18), no assentamento Riacho da Cruz, em Barra de Santa Rosa, a 201 quilômetros de João Pessoa, ordem de serviço para implantação da primeira usina de beneficiamento de leite de cabra, em assentamento da reforma agrária na Paraíba.

O empreendimento irá beneficiar criadores dos dez municípios do Território do Curimataú e representa um investimento de R$ 680 mil, com financiamento do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e terá como sede o assentamento Riacho da Cruz, em Barra de Santa Rosa. A assinatura da ordem de serviço aconteceu no local onde a usina será implantada, com participação dos representantes do MDA/INCRA, assentados, autoridades estaduais, municipais e parceiros do projeto.

A previsão é de que a usina irá movimentar, por mês, 150 mil litros de leite de cabra que serão usados na produção de iogurte, leite pasteurizado, conservação de leite in natura, queijo e doce. A delegada do MDA, Giucelia Figueiredo, disse que a usina faz parte do compromisso que o governo federal tem de melhorar a qualidade de vida dos assentados e começará a funcionar ainda este ano.

Segundo o superintendente do Incra, Lenildo Morais, a iniciativa irá contribuir com a sustentabilidade da atividade leiteira na região, que possui um rebanho com mais de 26 mil caprinos. "Essa proposta foi construída durante diversas reuniões promovidas pelo Colegiado do Território do Curimataú e contou com ajuda de muitos parceiros. Essa usina é um marco inicial, porque já estamos dialogando com nossos parceiros para implantação de outras agroindústrias em assentamentos no estado", garantiu Morais.

Parceiros

A Usina irá beneficiar criadores e criadoras dos municípios de Barra de Santa Rosa, Damião, Sossego, Cuité, Nova Floresta, Picuí, Baraúnas, Frei Martinho, Nova Palmeira e Cacimba de Desterro e envolverá, inicialmente, 200 famílias que terão ação direta com as atividades da usina, segundo o projeto.

A iniciativa conta com as parcerias da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado da Paraíba, Prefeitura de Barra de Santa Rosa, MDA/SDT, INCRA E EMATER, além de Sindicato de Trabalhadores Rurais, Condomínios dos Caprinocultores, ONG Xique-Xique, CMDRS e SEBRAE-PB.

A reportagem é do jornal Folha do Sertão, resumida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

antonio joaquim da silva

Araruna - Paraiba - Produção de caprinos de leite
postado em 12/03/2012

      É de grande importancia uma atitude como esta, espera-se que os governos fassam suas tarefas de casa, não basta apenas construir a casa, precisa-se tambem dar recursos para a sobrevivencia neste  caso o fator pricipal seria o almento da cota de leite dia para cada produtor, hoje esta cota é de 17 ( dezessete ) litros, mas ja tem comentarios em revistas de 13 ( treze ) litros dia a um valor de R$ 1,30, que não é tão ruim, só que este valor ainda sofre descontos de taxas. Será  que  uma  familia  de   05  ( pessoas ) sobreviveria recebendo o valor de treze litros de leite dia, isso tambem quando recebe, porque o pagamento não tem nem dia nem mês certo para pagar.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade