Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Indústria dos EUA estimula crescimento de rebanhos ovinos

postado em 04/05/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A indústria ovina dos Estados Unidos está passando por um período animador; os preços da carne de cordeiro estão recordes e, nessa primavera, o mercado de lã também está registrando recordes históricos, assim como os preços das peles com lã. Entretanto, da fazenda até o nível de processamento da carne de cordeiro ou da lã, existe uma preocupação sobre a possibilidade de suprir a demanda por carne de cordeiro e lã nos Estados Unidos.

Os processadores de carne de cordeiro, do canal de mercado comercial aos mercados não tradicionais de rápido crescimento, estão demandando uma maior oferta de cordeiros. Em 2011, foram feitos dois importantes anúncios aos produtores de carne de cordeiro dos Estados Unidos. A Kroger, uma das maiores redes de lojas varejistas do país, lançou uma campanha de carne de cordeiro norte-americana e o Wal-Mart se comprometeu a fornecer exclusivamente carne de cordeiro norte-americana em suas lojas.

Além disso, os canais não tradicionais de mercado, que incluem vendas nas fazendas, mercados rurais e pequenos processadores servindo comunidades étnicas, tiveram um crescimento exponencial durante os anos. De fato, um terço da safra de cordeiros dos Estados Unidos foi movimentada fora da infra-estrutura tradicional da indústria para alimentar esse mercado não tradicional. Como indústria, é necessário suprir o canal tradicional de mercado para manter a carne de cordeiro nas principais redes de varejo do país e nos principais restaurantes, enquanto supre a crescente demanda por carne de cordeiro em mercados não tradicionais.

Essa robusta demanda também está sendo registrada no mercado de lã. Os militares dos Estados Unidos, o maior consumidor doméstico de lã norte-americana, estão animados com a oportunidade de vestir suas tropas com produtos de lã laváveis e de alto desempenho. O equipamento que fabrica tops de lã laváveis foi instalado nos Estados Unidos e está sendo usado para uma variedade de produtos de lã produzidos domesticamente que já estão alcançando os mercados militares e comerciais.

Uma estratégia para fortalecer a infra-estrutura da indústria de carne de cordeiro e de lã aumentando o número de ovinos em produção é vital para a sustentabilidade da indústria em longo prazo. Por isso, a Associação Americana da Indústria de Lã (ASI) está pedindo que os produtores de ovinos, grandes e pequenos, de todo o país, ajudem a cumprir a meta de crescimento do rebanho. A ASI tem uma fórmula para resolver essa escassez em poucos anos que foi chamada de "Let's Grow with two PLUS". Com a meta em mente, o objetivo primário dessa campanha é estimular os atuais produtores a expandir seus números de ovinos até 2014. Essa iniciativa resultará em 315.000 cordeiros a mais e cerca de 900.000 quilos de lã a mais para a indústria.

As três metas são estimular os produtores a aumentar o tamanho de sua operação; estimular os produtores de ovinos a aumentar a taxa de natalidade média por ovelha para dois cordeiros por ano; e estimular os produtores a aumentar a safra de cordeiros extraída em 2% - de 108% para 110%.

A ASI desenvolveu um site na internet, www.growourflock.org, e materiais para ajudar a disseminar a iniciativa. O site inclui vídeos explicando o programa, os parceiros que estão participando da campanha, recursos para produtores e um fórum aberto para produtores se comunicarem uns com os outros, além de uma seção para promoção na mídia.

Os dados são do site da ASI (www.sheepusa.org), traduzidos e adaptados pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade