Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Instrução Normativa regulará funcionamento de microqueijarias

postado em 30/10/2013

8 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As normas técnicas para microqueijarias foram discutidas na manhã da última terça-feira (29), na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio. Foi acordada, dentro do grupo de trabalho, a elaboração de uma Instrução Normativa que disciplinará o regulamento das microqueijarias, unidades de produção de queijo artesanal limitadas ao beneficiamento de 250 litros por dia.

Conforme o secretário adjunto da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Claudio Fioreze, a instrução normativa referente à produção de queijos artesanais, produzidos em microqueijarias, deverá ser lançada durante o II Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil, que ocorre de 5 a 7 de novembro de 2013, em Porto Alegre.

Atualmente, o Rio Grande do Sul possui regulamentação apenas para queijarias de grande porte, que conseguem ter acesso à inspeção estadual através da Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa). A aprovação e publicação do documento ajudará na formalização das microqueijarias já existentes no Estado e das que pretendem se instalar, possibilitando que os empreendimentos tenham inspeção estadual e possam comercializar seus produtos fora do município de origem.

O grupo de trabalho sobre microqueijarias é composto por representantes da Seapa, Emater, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA); Ministério da Agricultura Pecuária e Agronegócio (MAPA); Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Instituto de Ciência e Tecnologia da UFRGS e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Participaram da reunião, a coordenadora do Dipoa, Angela Sousa, representantes do Mapa, SDR, Emater, Gabinete do Governador e técnicos da Secretaria da Agricultura.

Conselho Gestor do Susaf

Posteriormente, houve uma reunião do Conselho Gestor do Susaf, onde foi realizada uma avaliação da adesão dos municípios ao Sistema. Hoje, já existem 120 municípios com pedidos de adesão, sendo 85 individuais e 35 em forma de consórcio.

A reunião serviu para agilizar a homologação desses pedidos de adesão por 12 Comitês Regionais que serão compostos pela Seapa, SDR, Famurs, Fetag, Fetraf, Via Campesina e Emater. Esses deverão fazer o trabalho de articulação, movimentação e orientação junto aos esses municípios para agilizar a entrega da documentação referida ao Dipoa, para que após isso, possam ser realizadas as auditorias para o credenciamento dos municípios. Na ocasião, também foi aprovado pelo Conselho o novo selo do Susaf.

As informações são do Governo do Rio Grande do Sul, adaptadas pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

jocelino ferraz fontoura

Manoel Viana - Rio Grande do Sul - Pesquisa/ensino
postado em 30/10/2013

Muitos pequenos produtores serão beneficiados com essa normativa.
Eu como aluno do curso de tecnologia em agroindústria IFFARROUPILHA ALEGRETE, vejo que o leite está tomando ótimos rumos e abrindo oportunidades.

Anastacia Halajda Ressel

Ponta Grossa - Paraná - Produção de leite
postado em 30/10/2013

Parabéns  e obrigada a Minas Gerais por ter aberto este precedente.

Jean Marcelo Maul

Balneário Camboriú - Santa Catarina - Consultoria/extensão rural
postado em 30/10/2013

Esperava uma matéria mais completa....esse tema pode ser debatido com maior amplitude.

Alfredo Dias

Quiririm - São Paulo - Produção de leite
postado em 31/10/2013

A produção deveria ser de até 1.000 litros diários, para realmente estimular o maior numero possivel de produtores e criar uma nova onda de desenvolvimento na agroindustria. 250 é muito pouco e limita o crescimento posterior.

joao melo

Serra do Salitre - Minas Gerais - Produção de leite
postado em 31/10/2013

parabens pela legislaçao, mas limita o crecimento do produtor e as proximas geraçoes

EMÍLIO CINTRA IOVINO

Jaíba - Minas Gerais - Produção de leite
postado em 05/11/2013

Gostaria de saber se o estado de MG também está incluído ?

poliana lima de espindola

Tabira - Pernambuco - Estudante
postado em 05/11/2013

Que venha a ultrapassar os limites  de boas fiscalizações para bons rendimentos e exportações dos mesmos

Carlos Corrêa da Rosa

Santa Cruz do Sul - Rio Grande do Sul - Consultoria/extensão rural
postado em 11/11/2013

Antes tarde do que nunca.
Vamos ver como os produtores e o mercado se comportam com a nova legislação, porém, sem perder o foco e a continuidade do debate.
Parabéns SEAPA/RS e demais parceiros.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade