carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Integração Nacional participa de missão técnica ovina no Uruguai

postado em 16/04/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O coordenador nacional da Rota do Cordeiro, Vitarque Coêlho, visitou o Uruguai com o objetivo de conhecer práticas do país vizinho que possam ser utilizadas para expandir as ações do Projeto Rotas da Integração Nacional.

Coêlho participou do evento chamado V Missão Técnica Brasil - Uruguai Ovinos nos últimos dias. Durante a visita, teve a oportunidade de conhecer o sistema de produção no Uruguai, vinculado ao Programa Cordeiro Pesado, como modelo para melhorar a competitividade brasileira no segmento. "A cadeia produtiva de ovinos e caprinos uruguaia é uma das mais bem estruturadas da América do Sul. Tem participação efetiva no mercado de exportação, pois agrega qualidade, volume, regularidade de oferta, preço e, principalmente, eficiência na organização da cadeia produtiva - requisitos fundamentais para garantir a expansão do mercado de consumo de ovinos", comenta Vitarque.

Segundo ele, a oportunidade foi significativa para o desenvolvimento da ovinonocultura no País. "A visita aos criadouros nos mostrou um modelo eficaz, que trabalha com um número muito superior de animais do que as criações implementadas por aqui. Percebemos a necessidade de suscitar um pacto federativo empenhado em capacitar os profissionais envolvidos e expandir a atividade no Brasil", ressalta. "O próximo passo é continuar os trabalhos da Rota do Cordeiro no Brasil, para verificarmos as principais necessidades dos produtores e promover o desenvolvimento do setor, sobretudo no Nordeste Semiárido", revela Vitarque.

A Missão Técnica Brasil-Uruguay Ovinos é organizada desde 2007 pelo Grupo de Extensão da Pesquisa em Ovinos e Caprinos (Gepoc), com a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Minas Gerais (ACCOMIG) e a Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco), e o apoio institucional da Associação Brasileira de Criadores de Ovino (Arco) e dos parceiros institucionais no Uruguai.

Na edição de 2014, a missão contou com representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Universidade Federal do São Francisco (Unifasf), além de criadores de Minas Gerais, Sergipe e Paraíba. Durante a visita, a SDR-MI assumiu o compromisso de expandir a Rota do Cordeiro para estes Estados, começando por uma rodada de negócios em Minas Gerais no próximo mês de maio, em parceria com a ACCOMIG.

Rota do Cordeiro

Um dos segmentos de atuação do Projeto Rotas da Integração Nacional, a Rota do Cordeiro tem como objetivo estruturar a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura no semiárido do Nordeste, articulando os subsistemas de produção, processamento e comercialização, por meio da criação de sistemas agroindustriais integrados.

As informações são do Ministério da Integração Nacional, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade