Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Internet é usada por 27% das casas no Brasil

postado em 28/07/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O computador doméstico nunca chegou a tantos domicílios brasileiros, segundo uma pesquisa divulgada pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil): 36% das casas do país mantiveram ao menos uma máquina em suas dependências em 2009. Isso significa um aumento de 30% em relação a 2008, ano em que apenas 28% tinham computador em casas no perímetro urbano.

O mesmo aumento foi visto com relação ao uso da web nas casas brasileiras: de 20% em 2008 para 27% dos domicílios no ano seguinte, o que representa um aumento de 35% no período.

Mesmo com o crescimento significativo em ambos os segmentos, os números indicam que o abismo na relação entre computadores e internet em residências aumentou nove pontos percentuais.

Isso ocorre devido ao "valor ainda elevado do custo de conexão à rede", segundo a pesquisa. Em abril, o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) informou que o Brasil paga dez vezes mais por acesso à conexão banda larga do que países desenvolvidos. Segundo os dados, a posse de computador dos brasileiros cresceu 21% entre 2005 e 2009, enquanto o acesso à internet em domicílios se ampliou 20% nos últimos cinco anos.

Em números absolutos, isso significa que são 4 milhões de computadores na área urbana sem acesso à internet em 2009 --em 2005, o número ficava na casa dos 2 milhões, informa a pesquisa.

Quando se contabiliza as áreas rurais, o total de domicílios com computador sem internet chega a 5 milhões.

Entretanto, locais nos quais há tanto computador portátil quanto de mesa corresponderam a apenas 3% das casas brasileiras no ano passado.

A coleta dos dados ocorreu entre setembro e outubro de 2009, em todo o país (inclusive áreas rurais). O CGI.br entrevistou indivíduos de 19.998 residências, e usa os critérios conceituais do Censo Demográfico e do PNAD 2008 (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios), ambos produzidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para classificar os dados.

A reportagem é do jornal Folha de S.Paulo, resumida e adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade