Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Ivan Figueiredo comenta sobre pecuária e ovinocultura

postado em 26/10/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O produtor Ivan Claudio de Figueiredo, de Pocrane, Minas Gerais, enviou uma carta ao comentário "Ivan Saul comenta sobre os novos produtores de ovinos". Abaixo leia a carta na íntegra.

"Vejo em suas palavras anos de luta que deve ter tido em função de uma atividade que outrora fosse ingrata no que tange a remuneração ao produto ofertado. Concordo também que a mídia e a propaganda são fortes interlocutoras em diversos campos e nunca trazem pra si a responsabilidade de uma eventual estagnação do setor, mas infelizmente ou felizmente o produtor seja ele já estabilizado ou iniciante no setor, tende sempre a ser insistente e perseguidor de seus objetivos, dai vale no meu entender mais a questão do desafio ou da paixão e nem tanto da remuneração.

Podemos observar isto na ingrata atividade leiteira, se quiseres ser um empresário e não apenas mais um tirador de leite cheio de altos e baixos, deves investir, investir e investir, genética de ponta, alimentação, estruturas e o retorno e o preço pago pelo litro do leite é igual pra todos e ainda muito baixo e ficamos reféns dos laticínios mas nunca deixamos a atividade e investimos.

Assim, acredito que a força atual da ovinocultura está principalmente ligada ao fato de que pequenos proprietários que possuem até 50 ha não veem outra alternativa a não ser as criações de pequenos ruminantes, aves e suínos e no meu ponto de vista isso é louvável uma vez que as pequenas propriedades não podem nem devem ficar ociosas. Assim insisto: a remuneração em nenhum setor é extraordinária no país, pelo menos para a maioria da população e assim, dos produtores.

A bovinocultura de corte só da resultados para grandes pecuaristas assim como a bovinocultura leiteira, então sou completamente a favor de opções e vejo na carne de pequenos ruminantes um futuro se não promissor, que sejas pelo menos continuado, assim como a carne bovina, mas disto depende do esforço maior dos produtores em popularizar tal alimento e pra isso precisamos de políticas efetivas do setor.

Quando a carne for popularizada, estaremos então num patamar estável por muitos e muitos anos. Não sou produtor de ovinos, aliás pesquiso uma atividade pelo menos prazerosa para minha propriedade de 50 ha e enxergo neste setor uma luz para minha satisfação".

Clique aqui para ler mais opiniões sobre este assunto.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade