carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

IZ: VII Curso Controle da Verminose em Pequenos Ruminantes

postado em 25/06/2013

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Pelo sétimo ano consecutivo, o Instituto de Zootecnia irá promover o Curso Controle da Verminose em Pequenos Ruminantes. Este curso tem como objetivo atualizar produtores, técnicos e estudantes das áreas agrícolas sobre o controle da verminose que mudou muito nos últimos anos em função do problema da resistência que os vermes adquirem aos produtos químicos. O processo de aquisição de resistência por parte dos vermes é rápido, e em três a quatro anos de uso na propriedade, um vermífugo que antes funcionava muito bem de repente pode não agir mais sobre os parasitas e, até mesmo, aumentar a sua população, já que não mata os vermes e ainda aumenta a sua produção de ovos.

O principal verme que afeta a ovino e caprinocultura é o Haemonchus contortus, que causa anemia, muitas vezes fatal. É justamente este verme o que se encontra em maior quantidade no animal e é o que mais resiste aos vermífugos que estão no mercado. Além disso, a fêmea de H. contortus põe muitos ovos, chegando a 8.000 ovos por dia.

Para evitar ou driblar o problema da resistência, os cientistas têm estudado técnicas alternativas de controle, que reduzem a aplicação de vermífugo na propriedade. Uma dessas técnicas é utilizar o vermífugo somente em quem está realmente precisando ser medicado, já que na relação parasita x hospedeiro, somente uma pequena parcela da população de animais, alberga a maioria dos vermes. Então, grande parte da população não precisa ser vermifugada. O melhor método de controle seletivo dos animais é o método Famacha® de avaliação da mucosa ocular. O princípio é o seguinte: como o Haemonchus causa anemia, essa anemia pode ser diagnosticada através da mucosa ocular. Um sistema de 5 cores, baseado na coloração da mucosa, de sadia a muito anêmica, foi desenvolvido por pesquisadores da África do Sul, onde o problema da hemoncose (doença causada pelo Haemonchus) também existe.

No curso a ser realizado no Insituto de Zootecnia, no dia 01 de agosto de 2013, haverá aula prática, ensinando como utilizar corretamente o cartão Famacha®, além de palestras de renomados pesquisadores sobre o problema da resistência, aula de nutrição animal, e detalhes sobre a vida dos principais parasitas que afetam os bovinos, e diferentes métodos de controle.



Informações sobre a programação e inscrição: www.infobibos.com/verminose

 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Cecília José Veríssimo

Nova Odessa - São Paulo - Pesquisa/ensino
postado em 12/07/2013

Segunda-feira, 15 de julho, último dia para Inscrições com desconto para o VII Curso controle da verminose em pequenos ruminantes-> www.infobibos.com/verminose

Solange Ovian

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Produção de ovinos de corte
postado em 04/10/2013

POR favor aonde e quando sera realisado o curso sou farmaceutica e criadora de Ovinos em MG.

Grata

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade