Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Lã com modelo de pastoreio sustentável é produzida na Patagônia

postado em 17/08/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Com o objetivo de conservar os pastos patagônicos da rede argentina de Produtores Ovinos OVISXXI, a organização internacional The Nature Conservancy (TNC) e a marca de roupas, Patagônia Inc., estabeleceram um acordo que estimula os produtores de ovinos a aplicarem um modelo de pastoreio que reduz o avanço da desertificação na região.

"O projeto estabelece uma série de recomendações práticas de manejo do habitat de ovinos que inclui sistemas que permitem a regeneração dos pastos nativos e práticas de gerenciamento que são mais favoráveis às condições naturais da flora e da fauna local", disse o gerente de projetos do TNC, Carlos Fernández. A entidade é uma das maiores organizações ambientalistas do mundo e conta com um projeto de proteção dos pastos patagônicos.

"A ideia é simples. Impulsionamos um programa que integra a cria de ovelhas sob padrões de pastoreio sustentável, detendo um avanço do deserto e encontrando condições mais favoráveis para a venda no mercado internacional", disse o gerente da OVIS XXI, Ricardo Fenton. A entidade foi criada em 2003 com o objetivo de aumentar a sustentabilidade econômica, ecológica, social e humana das cadeias de valor baseadas na espécie ovina. A entidade realiza auditorias e certifica a qualidade sustentável das lãs que são comercializadas com seu selo.

Para fechar o ciclo, a lã produzida sob esses padrões sustentáveis é comprada a um preço justo. A firma Patagônia Inc. já comprou 65.000 quilos de lã cardada e espera adquirir mais em função de apoiar a sustentabilidade da cadeia de produção. "É um compromisso a longo prazo", disse o representante da Patagônia Inc. na Argentina, Raúl Costa. "Para nós, é fundamental diminuir o impacto sobre os pastos patagônicos, apoiar os produtores locais e envolver nossos clientes com o consumo responsável e de baixo impacto".

A sede da empresa é em Ventura, Califórnia, e é líder no projeto de roupas para uso ao ar livre. Desde 1996, utiliza somente algodão orgânico. Nesse projeto, decidiu fabricar seus produtos com lãs sustentáveis provenientes dessa região do sul do país e que cumpram com os padrões de pastoreio sustentável.

A reportagem é o La Nación, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Jose Nilo Aquino

São Borja - Rio Grande do Sul - Empresário
postado em 22/08/2012

Saudações.
Dizem que: " traduttore, traditore ". Mas é compreensível pois " Califórnica " como está no artigo se refere a uma videira americana cujos cachos dão bagos pequenos. Mas isso não tira o mérito do artigo.
O correto seria " Califórnia ".
att.: José N. Aquino

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade