Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Lei que restringe compra de terra por estrangeiros será revista

postado em 01/11/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado federal Homero Pereira (PSD-MT), disse ontem (31), ao sair de audiência com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), que até o final do ano o governo deve apresentar uma nova proposta sobre a questão das restrições às compras de terras por estrangeiros. Segundo o deputado, o ministro informou que a Advocacia-Geral da União está aperfeiçoando a proposta que foi aprovada pela Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados e nos próximos dias deve encaminhar para discussão no Palácio do Planalto.

Homero Pereira afirmou que houve avanços na questão da compra de terras por estrangeiros. "Pelo menos hoje o assunto está na agenda do governo", disse. Ele argumentou que a nova legislação será importante para atrair novos investimentos, principalmente em setores como o sucroalcooleiro e florestal, penalizados com a restrição às compras de terras por empresas estrangeiras.

O deputado lembrou que o relatório proposto por ele e aprovado pela Comissão de Agricultura considera o capital estrangeiro bem-vindo para compra de terras, desde que tenha como objetivo gerar emprego e renda, por meio da agregação de valor a partir da transformação da matéria-prima. Outra questão importante apontada pelo deputado é a dificuldade que as tradings enfrentam para registrar em cartório as operações de antecipação de recursos ou insumos nas quais os imóveis rurais são dados como garantia. Ele acredita que a nova legislação "vai trazer mais segurança jurídica na relação dos produtores brasileiros com empresas estrangeiras, principalmente as tradings".

As informações são da Agência Estado, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Augusto Alves Santana

Formosa - Goiás - Consultoria/extensão rural
postado em 05/11/2012

Seria muito bom que esta nova Lei desmistificasse essa questão. Para o Setor Agropecuário, a possibilidade de compras por estrangeiros, traria novos investimentos e em consequência, a criação de mais empregos e riquezas para o campo. Fica a expectativa de que a nova Lei coloque a questão agrária brasileira em seu devido lugar; "Uma Questão estratégica para a economia nacional, e não uma questão pura e simples de ideologia". Aliás, aqueles que defendem uma visão ideológica da terra, em sua grande maioria não retiram dela o seu sustento regando-a com o próprio suor.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade