Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Lula: agricultura avançou muito nos últimos sete anos

postado em 08/06/2010

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

"É com muito orgulho que lanço o último Plano Agrícola e Pecuário do meu governo. Avançamos muito, nos últimos sete anos, e uma prova disso é que o crédito rural cresceu quatro vezes e meia nesse período." A declaração é do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que participou na tarde de ontem (7), do anúncio da edição 2010/2011 do Plano, que terá R$ 100 bilhões para financiar a nova safra da agricultura empresarial.

Lula ressaltou que o setor precisa de atenção especial, pois sofre interferências de clima e oscilações de mercado. Segundo ele, o apoio governamental reforça uma compreensão muito clara em relação a isso. "Não é à toa que o Brasil está dando certo na produção de etanol, soja, algodão e em outras culturas. Estamos ocupando, cada vez mais, um espaço importante no mercado internacional, mais o mundo exigirá de nós. Isso aumenta a responsabilidade dos nossos produtores rurais", enfatizou.

O presidente também mencionou a importância do país se tornar autossuficiente na produção de fertilizantes. "Se somos um dos maiores produtores agrícolas do mundo, temos que ser donos do nosso nariz em relação aos fertilizantes", disse. Lula completou que, no caso da carne bovina, por exemplo, os consumidores de países compradores não querem apenas um produto de melhor qualidade. Segundo ele, trata-se de concorrentes e, por isso, as exigências em relação ao que é produzido no Brasil serão crescentes.

O presidente reafirmou que o país tem grande quantidade de terras agricultáveis e as melhores condições para atender chineses, africanos e latino-americanos, que estão consumindo mais. "Por isso, temos que ser mais profissionais e competitivos", concluiu.

A reportagem é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Estamos realizando a 8º edição da Pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos. Clique aqui para indicar confinamentos e concorra a DVDs com palestras dos eventos do BeefPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Elizario Pedrozo

Enéas Marques - Paraná - Produção de leite
postado em 08/06/2010

Avançou a que custo?
O individamento de produtor rural é grande, para poder bancar o preço baixo do custo de vida no que se refere a alimentação. Não precizamos de dinheiro emprestado e sim preço justo pelo produto. Que o governo faça a sua parte. quando por exemplo o leite ameça de aumentar as importações aumenta muito, essa é a ajudo desse presidente favorecer o produto externo sudsidiado....

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade