Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Mapa discute abastecimento de milho no RS

postado em 26/04/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Mendes Ribeiro Filho, recebeu nesta quarta-feira, dia 25 de abril, em Brasília, o secretário da Agricultura do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi. No encontro, o secretário de Agricultura gaúcho encaminhou algumas demandas do setor produtivo gaúcho ao ministério para amenizar problemas enfrentados no Estado causados pelas perdas da safra de grãos com a estiagem, a elevação do preço do milho e do farelo de soja.

O ministério ficou de avaliar as questões e acenou com a ampliação de venda de milho de balcão limitado a 27 mil toneladas ao mês e a liberação de novos leilões de milho com subvenção para as integradoras participarem também. "Vamos resolver o problema do milho no curto prazo no Rio Grande do Sul. Faremos o que tiver de ser feito para resolver esse problema", ressaltou Mendes Ribeiro Filho. Também serão avaliadas medidas de apoio à comercialização desse produto antes de iniciar o plantio de inverno.

A matéria é do MAPA, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Edivar Martini

Francisco Beltrão - Paraná - Revenda de produtos agropecuários
postado em 26/04/2012

Espero que os Gauchos e Catarinenses consigam como sempre levar milho do MT ou de qualquer outro lugar para o RS e SC mas que o Parana tenham preços nos mesmos niveis sob pena que depois como esta acontecendo HOJE venham vender suinos no Sudoeste do Parana de graça ,tendo em vista seu menor custo para acabar com o resto da suinocultura independente.

Toda vez que se subsidia parte da sociedade da nisso e inclusive com leite tambem.

Tem que haver limitação de produção de acordo com a matéria-prima disponível e o resto é coisa de politico. Parei.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade