Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

MG: Mais Alimentos impulsiona o Vale do Mucuri

postado em 10/09/2008

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Nesta terça-feira (9), em Minas Gerais, foi realizada a solenidade de lançamento do Plano Safra Mais Alimentos da Agricultura Familiar 2008/09, em Teófilo Otoni, município do Território da Cidadania do Vale do Mucuri.

O ministro Guilherme Cassel, durante a solenidade, convocou os agricultores da região para o desafio de ajudar o Brasil a enfrentar a crise mundial de alimentos. "Para isso, a agricultura familiar e os assentados da reforma agrária precisam produzir mais. E a estratégia do Governo Federal já está dando certo", salientou Cassel, lembrando que os preços dos alimentos começaram a cair.

Cassel lembrou que, nos últimos cinco anos, a política de crédito do Governo Federal beneficiou um milhão de novas famílias. E destacou que, em Minas Gerais, 123 mil novas famílias foram incluídas no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). "O volume de recursos para o estado saltou de R$ 224 milhões em 2003 para R$ 1,35 bilhão nesta safra". O valor corresponde a cerca de 10% dos R$ 13 bilhões destinados para a agricultura familiar em todo o País na safra 2008/09. O ministro também destacou o aumento dos recursos para a assistência técnica, que, em relação à safra 2007/08, foram elevados de R$ 168 milhões para R$ 397 milhões."

A assistência técnica dá o aval para os projetos financiados pelo Mais Alimentos. Direcionado para a melhoria da infra-estrutura produtiva da agricultura familiar, o programa atende iniciativas associadas à ovinocaprinocultura, olerícolas, frutas, arroz, feijão, milho, mandioca, trigo e leite, como compra de máquinas e equipamentos, correção de solo, irrigação, plasticultura, armazenagem, formação de pomares, sistemas agroflorestais e melhoria genética.

A linha de crédito possibilita financiamentos de até R$ 100 mil por família, com três anos de carência, prazo de 10 anos para pagar e juros de 2% ao ano.

As informações são do Ministério do Desenvolvimento Agrário, adaptadas e resumidas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Ronald Hott de Paula

Governador Valadares - Minas Gerais - Consultoria/extensão rural
postado em 10/09/2008

Leiam também o outro artigo deste site: "MG:preços em queda mesmo na entressafra".
Quem entender me explique: o governo investe, financia para aumentar a produção e neste ano o aumento da produção causou queda de preços na entressafra.
Se este investimento não for bem feito, que cause uma expressiva redução nos custos de produção para suportar este preço pago atualmente, vai quebrar mais gente.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade