Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Ministério da Integração apoiará núcleos de produção ovina no Nordeste

postado em 12/07/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O apoio do Ministério da Integração Nacional a um programa que implementará núcleos de produção ovina em seis estados do Nordeste foi um dos encaminhamentos principais da série de reuniões que o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia, Selmo Fernandes, e o pesquisador Octavio Morais, da Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE), participaram na última semana de junho em Brasília (DF). A perspectiva é que ainda em 2011 seja assinado convênio entre Ministério e Embrapa para implantação de núcleos que trabalharão com inovações tecnológicas em todas as etapas da cadeia produtiva de carne ovina, em Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. "Cada um desses núcleos trabalhará com inovações desde a produção até a distribuição de carne ovina", ressaltou Octavio.

A proposta apresentada pela Embrapa ao Ministério da Integração é que cada um dos núcleos trabalhe com foco em quatro "pilares": o melhoramento genético em base comunitária; sistemas de alimentação de baixo custo e alta eficiência; organização e gestão do conhecimento; capacitação continuada. À Embrapa Caprinos e Ovinos caberá a elaboração um plano de trabalho para os núcleos, com atividades previstas até 2014.

Outro item de destaque foi a proposta, levada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), à Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Caprinos e Ovinos e à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) sobre a implantação de um Certificado Especial de Identificação e Produção (Ceip) para ovinos e caprinos. O Certificado, já existente para a cadeia da bovinocultura, é concedido a animais de alto potencial genético e teria a Embrapa como instituição avaliadora.

A Câmara Setorial aprovou a proposta e enviou solicitação oficial ao Mapa. "A aprovação do Ceipe será um grande avanço para o melhoramento genético, pois ampliará a base genética de seleção dos animais, democratizando a entrada de produtores nos processos de seleção e proporcionando um melhor trabalho de melhoramento e conservação pelo uso", destacou Octavio Morais.

Outro ponto debatido junto à Câmara Setorial foi o fortalecimento do Programa Nacional de Sanidade de Caprinos e Ovinos. Segundo Selmo, a Embrapa participará de grupo de trabalho para intensificar ações referentes a aspectos como o controle no trânsito de animais e a observação de infra-estrutura adequada. A expectativa é que dados do projeto Estudo Zoossanitário da Caprinocultura e da Ovinocultura Tropical, liderado por Selmo, forneça ao Mapa dados sobre sanidade animal nas duas cadeias para dar suporte ao programa.

As informações são da Agência de Notícias de Ovinos e Caprinos, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade