Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Ministro Antônio Andrade recebe o Secretário da Agricultura dos EUA

postado em 06/08/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Para tratar da relação comercial entre Brasil e Estados Unidos, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, recebeu autoridades norte-americanas nesta segunda-feira, 5 de agosto, em Brasília. O secretário de Agricultura dos EUA, Thomas J. Vilsack, além dos senadores Debbie Stabenow e Roy Blunt, fizeram parte da delegação de 21 membros presentes no encontro.

Os norte-americanos são parceiros comerciais importantes e a visita do secretário foi relevante para a discussão de interesses dos países. A possibilidade de atuação conjunta na área de biotecnologia foi bastante enfatizada pelos dois lados. O clima de entendimento foi destaque na reunião, mostrando que os possíveis pontos de divergência podem e devem ser resolvidos.

“Como grandes produtores de alimentos, precisamos olhar as oportunidades mundiais em conjunto. Entendo que essa é uma parceria estratégica no cenário mundial”, afirmou Antônio Andrade. O Brasil e os Estados Unidos, como grandes produtores, estão mais para parceiros do que concorrentes, especialmente no que se refere à China, mercado de grande interesse aos dois países. Para o secretário Thomas J. Vilsack, a experiência brasileira em agricultura tropical deve ser passada também aos países da África, regiões com semelhanças de solo, clima e com grande potencial de crescimento no agronegócio.

No encontro, a principal solicitação do Brasil foi a entrada de carne bovina in natura no mercado norte-americano. Haverá esforço, por parte dos EUA, para tentar resolver alguns problemas em relação a esta demanda até a visita da Presidenta Dilma Rousseff ao país, marcada para outubro de 2013.

As exportações americanas de bovinos vivos, carne suína e bovina foram temas tratados pelas autoridades dos EUA. Os representantes norte-americanos esperam que o Brasil resolva as pendências para que, com a visita da presidenta, isso possa ser oficializado.

As informações são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), adaptadas pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade