Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Morada Nova tem cada vez menos registros

postado em 01/10/2007

5 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Para impedir o desaparecimento da raça de ovinos Morada Nova, a Embrapa Caprinos mantém um banco de sêmen em Sobral (CE) e um outro funciona no Centro Nacional de Recursos Genéticos (Cenargen), vinculado à Embrapa Recursos Genéticos. O próximo passo será a instalação de bancos de embriões.

A preocupação com a raça decorre da falta de interesse dos criadores por ela, que é nativa do Ceará. Segundo o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Olivardo Facó, há anos que a Associação Brasileira de Ovinos vem acompanhando a diminuição de registros de novas matrizes de pura raça. No ano passado houve a notificação de apenas nove animais com pureza de origem.

O desinteresse, de acordo com ele, decorre de uma falsa impressão dos criadores de que animais que crescem e se desenvolvem com maior tamanho são mais compatíveis com as leis de mercado. Como a raça morada nova tem um tamanho menor, ficou relegada a um plano bem inferior. "Trata-se de um grande equívoco. Os produtores não compreendem que animais maiores representam também mais custos de manutenção, como de alimentação, por exemplo. Além disso, a morada nova é uma das raças que mais se adeqüa ao semi-árido e possui uma pele de relevante comercialização", destacou.

As informações são da Embrapa Caprinos.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Gláucio José Araujo Vaz

Recife - Pernambuco - Produção de leite
postado em 01/10/2007

Prezados Senhores,

Estão de parabéns pelo banco de sêmen do Morada Nova, esta raça irá dar um pulo muito grande nos proximos anos. Existem dificuldades com reprodutores. Como a Embrapa poderá facilitar a compra deste sêmen? Eu, por exemplo, tenho umas 50 fêmeas e coloco a disposição de orgãos de pesquisa que queira melhorá-las.

Atualmente meu reprodutor foi usado no IPA de Serra Talhada nos fizemos uma permuta. Em mais vinte dias estarei realizando uma visita a nossa propriedade com um inspetor do registro da arco teremos mais umas vinte femeas base e logo ,logo produtos Prov I.

Abraço a todos criadores desta Nobre Raça.
Gláucio Vaz

Octávio Rossi de Morais

Sobral - Ceará - Pesquisa/ensino
postado em 01/10/2007

Além disso temos que lembrar que a Morada Nova é uma raça prolífica e essa característica tem um papel econômico extremamente importante para a ovinocultura. Um abraço ao Facó.

Gláucio José Araujo Vaz

Recife - Pernambuco - Produção de leite
postado em 02/10/2007

Que a Embrapa divulgue onde podemos comprar o semeN fora de Sobral. Aqui em Pernambuco tem empresas que comercializam semen. Ficaria facil para nós criadores adiquirir aqui já que eles dão manutenção nos nossos equipamentos.
Abraço, Gláucio Vaz

Edmilson Lúcio de Souza Júnio

Campina Grande - Paraiba - Pesquisa/ensino
postado em 02/10/2007

A raça tem qualidades já ressaltadas por Olivardo, Otávio e Gláucio. Crio, tenho animais registrados Base, Prov. 1, 2, 3 e PO. Mas independente do registro, o importante é o reconhecimento por parte dos criadores da sua importância, adaptação ao ambiente com resursos forrageiros escassos e sua potencialidade em programas de aumento do efetivo como raça pura ou como componente materno em programas de cruzamento em uma etapa posterior.

Sua carcaça e pele justificam o seu melhoramento, sem falar que é a preferida dos técnicos da ARCO. Registrei cerca de 100 animais na Fazenda Escola da UFPB em São João do Cariri, lá o Prof. Edgard Pimenta desenvolve um trabalho de melhoramento. Coloco-me à disposição dos criadores, técnicos e admiradores desta nobre raça para que ela assuma o lugar que merece na ovinocultura nacional.

Olivardo Facó

Sobral - Ceará - Pesquisa/ensino
postado em 15/10/2007

Prezados,

Em primeiro lugar quero agradecer os comentários e dizer que fico muito feliz em ver o interesse despertado.

Ainda, gostaria de fazer um esclarecimento. O referido banco de sêmen tem o objetivo de conservação da variabilidade genética existente na raça atualmente. É uma espécie de "cópia de segurança" para uma raça cujos indícios levam a crer numa forte redução do efetivo nos últimos anos.

Para a comercialização de sêmen, entendemos que o caminho seja outro. Ter reprodutores geneticamente avaliados seria um primeiro passo. Neste sentido, iniciou-se este no ano passado uma ação com 13 criadores do município de Morada Nova-CE baseada na escrituração zootécnica para a formação de um banco de dados que permita a realização de avaliações genéticas.

Todavia, o caminho é muito mais longo. Nosso pensamento é de que a conservação e o melhoramento genético da raça Morada Nova passam obrigatoriamente pelo desejo dos produtores de carne e pele ovina em utilizá-la nos seus sistemas de produção. Ou seja, se não houver interesse por parte dos produtores em criar Morada Nova, toda e qualquer ação terá impacto limitado. Para tal, entendemos que duas ações principais devam ser implementadas:

1ª - é preciso divulgar as qualidades da raça como pele de excelente qualidade, elevada prolificidade, baixo tamanho adulto, rusticidade e habilidade materna de forma a despertar um maior interesse na raça. Temos feito isto sempre que possível;

2ª - desenvolver um programa de melhoramento genético para trabalhar as principais limitações da raça visando, fundamentalmente, o aumento da eficiência econômica na obtenção dos produtos com a qualidade demandada pelos mercados.

Como se pode perceber, estas não são tarefas para um só. A Associação Brasileira de Criadores de Ovinos da Raça Morada Nova, criada em 1977 e que estava sem atuação, está sendo reorganizada e poderá exercer importante papel na revitalização da raça. A Associação Brasileira de Criadores de Ovinos - ARCO está isentando ou dando desconto para o registro de animais da raça.

Várias instituições de ensino e pesquisa têm iniciado recentemente trabalhos com a raça, entre estas a do Prof. Edgard, citada pelo Edmilson. Está em construção uma rede de pesquisa contando com a participação destas várias instituições para a integração das ações. Para não cometer o erro de esquecer alguma instituição, prefiro não citá-las nominalmente.


Grande abraço,

Facó

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade