Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

MT: autossuficiência na ovinocultura demorará ao menos 15 anos

postado em 16/08/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A ovinocultura está em franca ascensão no Mato Grosso e o desafio, de acordo com Antônio Carlos Carvalho, ex-presidente da Ovinomat (Associação Mato-grossense de Criadores de Ovinos) é tornar o estado autossuficiente na criação de ovinos, o que, segundo ele, não deve ocorrer em menos de 15 anos.

Os desafios a serem derrubados são muitos. Dentre eles, os custos e as dificuldades da produção e a concorrência com o produto de países vizinhos. O fato de o retorno demorar mais do que em outros ramos, como na avicultura, por exemplo, segundo Carvalho, é um dos fatores que "inibem" a produção local.

"Oitenta e cinco por cento do que é consumido hoje no Mato Grosso vem de outras regiões", explica. A Ovinomat calcula que o Estado comporte, pelo menos, 3 mil criadores, mas apenas 300 comercializam a produção.

De acordo com o ex-presidente da Ovinomat, o primeiro passo para o fortalecimento na produção local é fazer com que os criadores que não comercializam comecem a vender seus produtos. Carvalho diz que a ovinocultura está em ascensão no estado há dois anos e que desde o final de 2010 houve um aceleramento ainda maior na busca do consumidor pelos ovinos. Com o Mato Grosso autossuficiente, segundo ele, o valor da carne barateia e a procura aumenta ainda mais.

As informações são do Site Top News, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade