Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Nova Zelândia exportou 19% menos carne de cordeiro em julho

postado em 16/08/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As exportações de carne de cordeiro da Nova Zelândia caíram 19% com relação ao ano anterior durante o mês de julho, para 14.607 toneladas, o menor volume em julho dos últimos 15 anos, de acordo com dados do New Zealand Meat Board e Statistics New Zealand.

O declínio ocorreu para quase todos os principais mercados de carne de cordeiro neozelandesa devido a baixa oferta (após a pequena safra de cordeiro desse ano) e os altos preços (exacerbados pelo forte dólar neozelandês). Esses foram os principais fatores após o pico de abates em maio, o que também resultou nas fortes exportações em junho.

As exportações de carne de cordeiro à União Europeia (UE), maior mercado da Nova Zelândia, caíram 20% comparado com julho de 2010, para 6.685 toneladas, com quedas significantes registradas para importantes destinos, como Reino Unido e França. A Grande China, segundo maior mercado internacional de carne de cordeiro da Nova Zelândia (apesar de ser menos importante em termos de valor) registrou um declínio de 12% nas exportações, para 2.573 toneladas, enquanto os volumes também caíram para o Oriente Médio (queda de 29%, para 989 toneladas) e Canadá (queda de 18%, para 795 toneladas). O mercado dos Estados Unidos foi o único a registrar aumento, de 3%, para 1.080 toneladas.

De julho a outubro tradicionalmente é um período de baixa para as exportações de carne de cordeiro da Nova Zelândia, com poucos cordeiros para serem processados e uma grande proporção deles sendo destinada ao mercado doméstico.

A reportagem é do Meat and Livestock Australia (MLA), traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade