Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Nova Zelândia: preço de cordeiro cai 21%

postado em 09/06/2006

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O preço médio do cordeiro na Nova Zelândia deverá ficar entre NZ$ 56 e NZ$ 57 (US$ 35,28 e US$ 35,91), o que denota uma queda de 21% com relação ao ano anterior, informou a Meat and Wool New Zealand.

A reportagem de Jon Morgan para o site Stuff.co.nz informa que, ao mesmo tempo, os custos de produção estão maiores. Os dados da Meat and Wool New Zealand mostram que os custos aumentaram 4,9% no ano até fevereiro, principalmente devido ao aumento nos combustíveis.

Um outro motivo para a redução nos preços dos cordeiros é que muitos produtores mantiveram seus animais em engorda por mais tempo, devido às condições climáticas favoráveis neste ano, com a expectativa de lucrar com isso. O resultado foi um fluxo de cordeiros com alto peso que os exportadores encontraram dificuldades para vender a bons preços. Além disso, os pernis ficaram muito grandes para a preferência do consumidor europeu.

As indústrias de carnes também contribuíram para a redução dos preços, competindo fortemente entre si nas semanas que antecederam o Natal na expectativa de que a taxa de câmbio iria cair e que os preços no mercado aumentariam. A taxa de câmbio não mudou até março, mas as companhias já tinham baixado os preços em um esforço para recuperar suas perdas.

Outras razões para a queda, de acordo com a Meat and Wool New Zealand, são o aumento de 29% nas margens que os varejistas da Inglaterra e da Europa estão acrescentando aos cortes de cordeiro da Nova Zelândia, a queda no valor do couro e o fato de as indústrias de carnes estarem repassando os custos dos impostos ao produtor.

A boa notícia é que o futuro a longo prazo para o setor de ovinos da Nova Zelândia é promissor. A demanda global por carne ovina está crescendo, enquanto a oferta deverá continuar estreita. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (Food and Agriculture Organization - FAO) previu que o consumo global de carne ovina crescerá a uma taxa mais rápida nos próximos 10 anos (2,1% ao ano) do que cresceu nos últimos 10 anos. A Ásia, particularmente a China, tem o maior potencial à medida que a prosperidade da região cresce.

Algumas estatísticas:


Em 08/06/06 - 1 Dólar Neozelandês = US$ 0,63006
                       1,58715 Dólar Neozelandês = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

mauricio afonso caserta

araçatuba - São Paulo - OUTRA
postado em 09/06/2006


Acho muito importante as publicações de notícias do mercado internacional, pois somos afetados diretamente pelo grande volume importado de cortes e também serve para nossa cadeia(produtor,industria e distribuidor) se informar e definir estratégias de crescimento de forma profissional.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade