Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

NZ: Lã orgânica obtém preços premium

postado em 03/07/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os produtores de lã da Nova Zelândia têm uma oportunidade para se beneficiar com o aumento da demanda da lã produzida de forma orgânica nos Estados Unidos. O diretor executivo da Wool Partners International, Iain Abercrombie, disse que o braço exportador da companhia, o Bloch & Behrens, vem trabalhando com os produtores de lã orgânica por dois anos e agora estabeleceu um negócio regular nos EUA em um esforço conjunto com um grande importador naquele mercado. "Nesse estágio, não estamos aptos a fornecer lã suficiente para suas demandas e, como resultado, estamos vendo o surgimento de um preço premium".

Abercrombie disse que os clientes dos EUA estão atualmente pagando US$ 1,00 por quilo de lã limpa acima dos preços de mercado e estão dispostos a fornecer mais incentivos na forma de pagamentos para os custos de tosquia.

A oferta será principalmente para uso em complementos de decoração (almofadas, cortinas, capas de moveis) e em lã de tricô. "Esse cliente se comprometeu a pagar US$ 0,50 a mais por quilo de lã limpa para a lã tosquiada de forma a cumprir os requerimentos de certificação orgânica e esse compromisso está no contrato".

Abercrombie disse que essa é uma manifestação de uma tendência maior - a crescente conscientização das qualidades naturais únicas da lã. "Embora a conscientização tenha ficado em níveis históricos baixos nos últimos anos, a previsão de um retorno é forte. Para tirar vantagem disso, precisamos estar preparados para nos comprometer com uma estratégia focada no cliente que construa sobre uma marca forte e abastecimento reservado".

A lã orgânica importada pelos EUA requer certificação pelo Programa Nacional Orgânico do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), administrado com os padrões de importação do país e avaliado na Nova Zelândia pela BioGro ou AsureQuality.

Abercrombie disse que a Wool Partners acredita que existe uma camada significante de produtores orgânicos da Nova Zelândia que ainda não tem o foco na certificação pelo programa do USDA, mas estão bem próximos de cumprir os requerimentos para tornar essa possibilidade mais realista.

A reportagem é do WoolNews.net, traduzida e adaptada pela equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade