Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

ONU estuda estratégia para combater alta dos alimentos

postado em 28/04/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Deve sair de Berna, na Suíça, um plano para controlar a crise causada pela alta dos alimentos. O assunto é tema de reunião do secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, e os dirigentes das 27 agências e organizações das Nações Unidas.

A intenção do secretário-geral é que o plano tenha duas etapas principais. A primeira será aumentar o orçamento das Nações Unidas para alimentar cerca de 77 milhões de pessoas. Para isso, a entidade pede a doação de US$ 755 milhões, além dos US$ 2,9 bilhões previstos no plano feito no fim de 2007. Até agora, o Programa Mundial de Alimentos da ONU arrecadou 63% da quantia extra.

Um segundo passo será uma estratégia para promover a agricultura na África, o que vai incluir o treinamento de agricultores, com mais tecnologia e recursos. A brasileira Embrapa participará e já está estudando como adaptar sementes ao solo africano.

Segundo reportagem de Jamil Chade, do jornal O Estado de S.Paulo, os primeiros resultados da reunião serão divulgados amanhã por Ban Ki-Moon.

A alta dos preços dos cereais gerou uma situação de extrema gravidade em 37 países e originou diversos distúrbios causados pela fome, segundo a FAO.

O que Ban Ki-Moon teme é que vários governos usem recursos de outros programas sociais nos países mais pobres para solucionar a questão da fome. O resultado seria uma "cascata" de crises, já que faltariam recursos na saúde, educação e outros setores.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade