Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Ovinocultura em Rondônia está se organizando

postado em 08/03/2007

4 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Mais de 1 mil criadores de ovinos de corte de Rondônia alcançaram um número de quase 100 mil cabeças em 2006, segundo dados divulgados pela Emater/RO. Em 1991, o estado tinha 28.400 ovinos. Esse crescimento teve apoio da Empresa de Assistência Técnica e de Extensão Rural (Emater/RO) e da Agência de Defesa Sanitária Agrossilvopastoril (Idaron).

Percebendo o potencial da ovinocultura, os criadores sentiram a necessidade de se organizar para promover um desenvolvimento sustentável da atividade. Fundaram a Associação dos Criadores de Ovinos de Ronônia (Aoro), que está empenhada no fomento da criação de ovinos e na profissionalização dos criadores. A associação desenvolve dias de campo e leilões para estimular novos criadores a entrarem na atividade.

A Aoro também está ajudando na implementação da Cooperativa de Criadores do Estado de Rondônia (Ovinocoop - RO), uma cooperativa de comercialização e abate, que tem como principal objetivo o estímulo à criação de ovinos. A Ovinoccop promoveu recentemente cursos de corte e industrialização da carne ovina para cerca de 10 pessoas que estarão trabalhando na área.

Acompanhando o desenvolvimento da ovinocultura, foi lançada, em dezembro do ano passado, a Revista Ovinorte, primeira mídia impressa especializada da região. A publicação é coordenada por Dirceu Moraes e, com o apoio da Emater-RO, teve sua primeira edição publicada em dezembro, com uma tiragem de 13 mil exemplares. A revista está sendo distribuída gratuitamente nos escritórios da Emater/RO.


Figura 1. Primeira edição da revista Ovinorte, primeira mídia impressa especializada da região.

De acordo com Dirceu Moraes, o novo governo do estado também está sensível ao desenvolvimento da atividade e à organização dos produtores e deve lançar mão de iniciativas favoráveis ao setor.

Marina A. Camargo Danés, Equipe FarmPoint, com informações do Rondoniagora e da Ovinorte.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Comentários

Milton Minoru Ogsuko Chui

Vilhena - Rondônia - Instituições governamentais
postado em 08/03/2007

É de suma importancia a divulgação sobre a ovinocultura no nosso estado de Rondônia, e mais uma vez o estado está mostrando o seu potencial de criação e com certeza será mais uma cooperativa que ajudará a alavancar a ovinocultura em Rondônia. Meus parabéns a diretoria e sucesso nessa empreitada.

Dirceu Fernandes Moraes

Ji-Paraná - Rondônia - Mídia especializada/imprensa
postado em 10/03/2007

Rondônia está precisando mesmo disso e entendemos que a ovinocultura no Estado irá crescer, a partir de agora, com o apoio fundamental do Gorverno, através da Secretaria de Estado da Agricultura, Produção e do Desenvolvimento Econômico Social - SEAPES.

Como diz o leitor Milton Minoru Ogsuko Chui, de Vilhena, é de suma importância a divulgação sobre a ovinocultura. Nós estamos fazendo a nossa parte, cabe agora nos unirmos para que toda a nossa luta não seja vã e que a ovinocultura se transforme, em pouco tempo, em mais uma atividade econômica a alavancar o progresso do nosso estado de Rondônia.

Orlando José Pereira

Porto Velho - Rondônia - Produção de ovinos
postado em 18/03/2007

A ovinocultura em nosso estado está sendo implantada em bases sólidas, criadores buscando o que de melhor tem no mercado em matrizes e reprodutores, principalmente da raça Santa Inês e Dorper, construindo uma base genética consistente, multiplicando e oferecendo ao mercado local animais de ótima qualidade para o melhoramento do rebanho comercial.

Rondônia tem em sua característica agrária, constituida em sua maioria de pequenas e média propriedades rurais e seus proprietários na grande maioria dedicam a atividade bovina leiteira, sendo a implemetação da ovinocultura uma ótima opção de diversificação de renda.

Em reunião com com o secretário Marco Antônio Petisco da SEAPS, nossa secretaria de agricultura e industria, será implementando ainda este ano o projeto do governo estadual de distribuição a pequenos produtores rurais de reprodutores e matrizes. A AORO, Associação de criadores de ovinos e caprinos de Rondônia, tem se desdobrado e através de parceria com a Emater promove vários eventos, buscando palestrantes em nosso estado e por todo o Brasil, atualizando os produtores com o que tem de mais recente em métodos de manejo e pesquisas para ovinocultura, promovendo exposições e leilões integrando os criadores.

Temos também a Ovinocoop/RO que congrega os ovinocultores em seu principal objetivo a contrução do nosso frigorifico de ovinos, para completar a nossa cadeia produtiva e também a revista Ovinorte que leva o conhecimento e a integração em todos os 52 municipios do nossso estado.

Não acredito que falte vontade politica para o desenvolvimento da ovinocultura em nosso estado, porque nosso governador é criador, até brinco que temos uma bancada na assembléia da ovinocultura, onde podemos destacar o presidente da AORO o deputado Jesualdo Pires e o deputado Luis Claudio entre outros deputados criadores.

Com certeza com todas condições favoraveis que nosso estado oferece em breve teremos posição de destaque na produção nacional.

Lindolfo Felinto de Almeida Filho

Ouro Preto do Oeste - Rondônia - Consultoria/extensão rural
postado em 08/04/2007

Gostaria de registrar a minha satisfação em saber que eventos como este está acontecendo aqui em Rondônia e como também a participação do governo, associação e outros. E principalmente da presença do FarmPoint para abrilhantar ainda mais a ovinocultura rondoniense. Isto é muito bom. Como tinha cobrado em carta anterior, alguma matéria sobre ovinos aqui em nossa região. Parabéns!
Lindolfo Finho.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade