Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

PB: blocos nutricionais garantem alimento aos animais durante a seca

postado em 20/12/2013

29 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Produtores da Paraíba começaram a testar um experimento que deve facilitar o convívio com a seca. Um equipamento desenvolvido pela Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária (Emepa) ajuda a fabricar ração para os rebanhos.

A criação de cabras e ovinos é muito comum em todo o Nordeste brasileiro. Com a seca forte, alimentar os animais é um desafio no semiárido. Pensando nisso, o criador Derlan Trigueiro não perdeu tempo e foi à Estação Experimental no município de Soledade, no cariri da Paraíba, conhecer uma novidade desenvolvida Emepa: blocos que servem de alimento para os animais.

A pesquisa levou cinco anos para ficar pronta. O bloco é feito com uma mistura de vários minerais, melaço de cana, farelo de soja, de algodão e de milho. Os ingredientes são misturados em uma betoneira, mas o mesmo processo pode ser feito com pá ou enxada. A mistura vai para uma prensa, que pode ser hidráulica ou manual, de onde já sai no formato de blocos que são colocados para secar em temperatura ambiente por até três dias. Depois disto, os blocos nutricionais estão prontos para a alimentação animal, seja de cabras, ovinos ou bovinos.

As pesquisas que estão sendo desenvolvidas mostraram que as cabras em gestação que se alimentaram com os blocos ganharam mais peso que aquelas que não receberam a suplementação nutricional. Os resultados impressionam, pois em apenas seis meses, cada animal engordou até 10 quilos.

Além dos blocos nutricionais, os criadores da região também vão receber os equipamentos para fabricá-los. O maquinário para produzir o suplemento nas propriedades rurais será doado através de convênio entre o governo do estado e associações rurais. Nesta primeira etapa, 35 produtores individuais foram beneficiados.

As informações são do G1, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (3 estrelas)

Comentários

mariuza Rissa

Apucarana - Paraná - Indústria de insumos para a produção
postado em 20/12/2013

Oki, importante a reportagem

Wellington Dias Lopes Junior

Petrolina - Pernambuco - Instituições governamentais
postado em 20/12/2013

Bom dia amigos.
Gostaria de saber qual a diferença da ração fornecida em blocos ou apenas misturada e sem prensar. Nutricionalmente não vejo diferença.
Agradeço.

Jose Alexandre Evangelista Pedrosa

Nova Russas - Ceará - Ovinos/Caprinos
postado em 21/12/2013

quais são os ingredientes e a porcentagem de cada?

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade