Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

PB: governo lança Programa para Manutenção do Rebanho

postado em 05/11/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Agropecuaristas paraibanos começaram a receber a complementação alimentar dos rebanhos bovinos, caprinos e ovinos para o período de estiagem. Na última terça-feira (30), o Governo do Estado lançou o Programa Emergencial de Manutenção do Rebanho. A solenidade aconteceu no Agrocentro de Patos, onde foi iniciada a entrega da ração.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista, o programa também é destinado aos produtores inscritos no Programa Leite da Paraíba de forma a garantir a produção e a distribuição do leite à população.

O produtor Antonio Wanderley foi o primeiro a receber o alimento para o rebanho e agradeceu pela iniciativa. "Quero agradecer em nome de toda a comunidade pecuarista da região. O programa veio amenizar muito a situação do homem do campo, do agricultor, com o preço subsidiado", declarou o produtor.

O secretário Marenilson Batista afirmou que o programa visa colaborar com a preservação do rebanho. A ação emergencial terá um período de seis meses. "A determinação é de que a ação chegue efetivamente ao produtor. Nenhum Estado desenvolve um programa de socorro aos rebanhos", destacou.

O secretário executivo da Agropecuária, Rômulo Montenegro, ressaltou a necessidade e o potencial que a Paraíba tem em produzir. A silagem de milho distribuída é produzida em Sousa e Mulungu. "Isto demonstra que o estado tem potencialidade e pode atender às demandas. Ações como essa podem ser renovadas. Hoje no campo da ração, amanhã no campo da tecnologia e da ciência que a Emepa pode nos oferecer", observou.

Investimentos - O presidente da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), José Tavares Sobrinho, informou que nos próximos meses mais R$ 8 milhões serão aplicados no programa emergencial totalizando R$15 milhões. O Estado alerta que, para ter acesso ao programa, os agropecuaristas devem ter seus rebanhos vacinados.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), Mário Borba, agradeceu a ação. "O Governo do Estado olha para o produtor rural e já distribuiu, através da Defesa Civil, ração para pequenos produtores familiares e agora lança um programa inédito, subsidiando 50% do custo. Eu quero parabenizar essa ação", comemorou o agropecuarista.

O Governo do Estado está investindo R$ 7 milhões na distribuição com preço subsidiado de até 50% na silagem de milho ou sorgo, torta de algodão e farelo de soja. Foram adquiridas 4.225 toneladas de farelo de soja e torta de algodão e 4.400 toneladas de silagem de milho e sorgo.

O programa é coordenado e executado pela Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) e tem a supervisão da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

Pontos de venda - A torta de algodão e o farelo de soja serão vendidos nos escritórios e armazéns da Empasa de Campina Grande, Monteiro, Patos, Itaporanga, Pombal, Sousa e Catolé do Rocha. Já a silagem, nos postos da Empasa de Campina Grande, Monteiro, Patos e Sousa.

As informações são do Governo da Paraíba, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

PAULO ANANIAS ALVES LIMA

Acopiara - Ceará - Revenda de produtos agropecuários
postado em 05/11/2012

Esta iniciativa tem um valor estimável e que deveria se estender pelos estados do nordeste. Parabenizo o Governo da Paraíba por esta iniciativa brilhante.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade