Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

PE: falta de chuva dificulta a criação de caprinos

postado em 10/02/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

No oeste de Pernambuco, a falta de chuva tem dificultado a vida dos criadores de cabra. Muitos animais estão morrendo. No município de Lagoa Grande, no sertão de Pernambuco, a seca verde está assustando os pecuaristas. O prejuízo atinge os 1.200 criadores da região, que juntos somam um rebanho de 70 mil animais. "Quando a gente acompanha um rebanho de 800 animais e vê que tivemos uma mortalidade de 270 deles, é muito triste", disse Alexandro Barbosa, presidente da Associação dos Pecuaristas de Lagoa Grande.

Em muitas estradas que dão acessos aos sítios e fazendas da região, é comum encontrar barreiros onde a água acumulada serve para matar a sede dos animais. Assis Barbosa tem um rebanho de 300 animais entre cabras e bodes. Poderia ser maior se ele não tivesse perdido 40 cabritos para a seca. A salvação do pecuarista é o poço artesiano que ele tem na fazenda. "A minha salvação é esse pocinho, se não fosse ele eu não teria o rebanho".

As informações são do Globo Rural, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade