Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Peru: produtores são capacitados para produção de queijos gourmet

postado em 16/07/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O projeto piloto de produção ovina leiteira desenvolvido pelo Ministério de Agricultura (Minag) do Peru, em convênio com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), permitiu que os produtores rurais das comunidades de San Juan de Ondores, Yanacancha e Chicche, em Junín, produzissem leite ovino para a elaboração de queijos gourmet e abastecessem supermercados de Lima.

O especialista da Direção Geral de Competitividade Agrária, Ovidio Narro, detalhou que a criação de ovelhas nessas comunidades não estava orientada para produzir leite, pois mesmo quando os animais estavam adaptados à altura e ao clima, somente produziam lã e carne de baixa qualidade.

Por isso, o projeto priorizou ações chaves como a introdução da raça ovina leiteira alemã East Friesian e o uso de tecnologia reprodutiva avançada, com emprego de campanhas de inseminação artificial laparoscópica com sêmen congelado, o que permite colocar diretamente o sêmen no útero da ovelha, tornando mais eficiente o uso de carneiros reprodutores.

Além disso, foram instalados pastos cultivados e salas de ordenha mecânica, além do desenvolvimento de um processo de capacitação dos membros da comunidade em diferentes temas da cadeia de leite ovino.

Estima-se que uma ovelha East Friesian pura possa produzir entre 500 a 600 litros de leite em um período de lactação de 210 a 230 dias de lactação, como também cordeiros para benefício ao desmame. É assim que, através de um melhoramento genético, as ovelhas produzem leite para elaboração de queijos gourmet e carne de cordeiro, o que tem gerado uma maior produtividade e mais lucros econômicos.

Outro passo importante para posicionar os derivados lácteos ovinos foi conseguir que os produtores se associassem com a empresa privada Láctea S.A., que processa leite ovino para obter queijos gourmet comercializados em reconhecidos supermercados da capital peruana. A meta é a exportação, de forma que o Ministério da Agricultura, em coordenação com o Governo Regional, tem por objetivo aumentar a produção de leite ovino.

A reportagem é do http://peru21.pe, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade