Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Plano Safra 2012/2013 fortalece a pecuária

postado em 29/06/2012

5 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Pecuaristas terão tratamento diferenciado durante a safra 2012/2013. O Plano Agrícola e Pecuário lançado nesta quinta-feira, dia 28 de junho, inclui linha de crédito específica para a compra de matrizes e reprodutores bovinos e bubalinos.

Cada criador poderá contratar até R$ 750 mil para aquisição dos reprodutores, valor que estimulará a ampliação da atividade e a qualidade genética do rebanho. Outra medida que beneficia os criadores é o aumento de limite de comercialização às agroindústrias beneficiadoras e processadoras de leite de R$ 40 milhões para R$ 50 milhões e do prazo para pagamento de 180 dias para 240 dias.

No caso específico da suinocultura, os produtores independentes terão à disposição uma linha de crédito específica para a retenção de matrizes, com limite por produtor de até R$ 1,2 milhão, prazo de pagamento de até dois anos e juros de 5,5% ao ano. Com a medida, o governo apoia os produtores tendo em vista as dificuldades enfrentadas pelo setor. "Estamos atentos às dificuldades do setor e essas medidas são uma maneira de amenizar os prejuízos do produtor. Esse Plano foi cuidadosamente construído pelo Governo, por isso digo sem sobra de dúvidas que é o mais democrático e auspicioso de todos os tempos", disse o ministro.

Os produtores de caprinos e ovinos também terão mais acesso à crédito para aquisição e retenção de matrizes e reprodutores, com limite de até 600 mil, prazo de cinco anos para pagamento e três anos de carência, a juros de 5,5% ao ano.

O Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro), que financia a pecuária de leite e a criação de ovinos, caprinos, suínos e aves, também mereceu um aporte do governo. O limite de crédito por aumentou em R$ 100 milhões, passando de R$ 850 milhões para R$ 950 milhões. O prazo de pagamento foi ampliado para até 12 anos com até três de carência.

As informações são do Mapa, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

MOACIR JOSÉ SALES MEDRADO

Curitiba - Paraná - Consultoria/Ensino
postado em 29/06/2012

Parabéns pelo esforço governamental visando a retenção de matrizes. Um outro programa do Governo Federal também vai nesta direção embora ainda não tenha sido visto como tal. Trata-se da integração lavoura-pecuária-floresta; Quem tem eucalipto em iLPF, nos tempos de falta de grana na pecuária, ao invés de vender matriz vende madeira para serraria.

José Humberto Alves dos Santos

Areiópolis - São Paulo - Produção de leite
postado em 30/06/2012

A atenção dada ao médio produtor é a grande novidade desse Plano de Safra.

As cotações cresceram quase 19% e as taxas de juros cairam a 5 e 5,5%.

Agora não temos só o Pronaf e os programas para os grandes produtores

Parabéns

Egon Grings

São João do Oeste - Santa Catarina - Produção de leite
postado em 01/07/2012

O governo esta entendendo a cada ano que passa, aumentar os recursos para a agricultura e pecuaria em geral, atendendo  a vontade e a nessecidade de crescimento dos produtores. A região Oeste de SC, é um exemplo pelo crescimento da produção  de leite que está acima da média nacional. além disso está se tornado a principal fonte de renda para a grande maioria das  famílias, melhorando consideralmente a qualidade de vida e a permanencia de jovens na atividade de leite especialmente

Egon Grings

São João do Oeste - Santa Catarina - Produção de leite
postado em 01/07/2012

A atividade de leite está passando por uma forte modernização, sou coordenador da atividade de leite na Cooperativa A1 com sede em Palmitos - SC, recolhemos leite  em torno de 2.000 propriedades - SC e RS. Em SC, através de um trabalho veterinários e tecnicos ,estamos estamos conseguindo enquadrar quase 100 por cento o leite dentro da IN 62  CBT e CCS. Uma das principais deficiencias é a qualidade da energia eletrica nas propriedades

Egon Grings

São João do Oeste - Santa Catarina - Produção de leite
postado em 01/07/2012

Na medida que o produtor de leite entender que hoje temos a disposiçao recursos necessários a um custo e prazos compativeis a atividade e que com conhecimento e assístencia tecnica adequada, podemos  duplicar a produção por area  de terra  amentando  a produtividade por vaca em curto espaço de tempo.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade