Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

PR: Castrolanda assina convênio com Seab/Emater para incentivar a ovinocultura

postado em 28/06/2013

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Representantes da Fundação ABC, Seab, Iapar, Embrapa e Instituto Emater firmaram convênio para fomentar a ovinocultura na região de Castro, no valor de R$ 204.000,00. O acordo, assinado nesse mês, prevê a compra e repasse de animais a produtores da região e uma contrapartida financeira da Fundação e da Castrolanda. A intenção é selecionar machos de alta qualidade e fêmeas que têm a tendência de terem partos de animais gêmeos para a distribuição entre os produtores. 

O convênio terá três anos de duração. O diretor presidente da Fundação ABC, Andreas Las, ressaltou que o convênio deve ter impacto em toda a cadeia produtiva da ovinocultura da região de Castro. A assinatura do documento contou com a presença de vereadores de Castro, do deputado Plauto Miró e do chefe do núcleo da Seab em Ponta Grossa, Laertes Bianchesi. 

Atualmente os associados da Castrolanda, que coloca no mercado a carne de cordeiro com a marca da cooperativa, possuem 8.000 matrizes. A meta é que, somados aos animais dos associados de outras cooperativas que produzem ovinos, em três anos esse número chegue a trinta mil matrizes. ”Esse convênio era o que estava faltando para consolidar a ovinocultura na região”, ressalta Cezar Amin Pasqualin, coordenador da cadeia de Ovinocultura do Instituto Emater. O vice-prefeito de Castro, Marcos Bertolini, também comemorou a assinatura do convênio. Para ele, a iniciativa deve representar uma diferenciação dos produtores da região de Ponta Grossa. “A ovinocultura precisa de uma organização da cadeia e é o que está acontecendo com o convênio”, salientou Bertolini.

Richard Borg, diretor-secretário da Castrolanda, destacou que o convênio é uma inovação. “A Castrolanda sempre esteve envolvida com trabalhos inovadores. Foi assim na implantação do plantio direto e agora, na pecuária, com o incentivo à ovinocultura. Esse convênio vai oxigenar o setor, a partir da criação de um sistema mais profissional, industrial, que utiliza as melhores técnicas de reprodução de ovinos e incrementa a tecnologia de produção”, afirmou. Para Antonio Baena, coordenador Estadual da cadeia da Ovinocultura da Seab, um aspecto importante é que o convênio vai possibilitar que os participantes do programa tenham acesso a todas as tecnologias desenvolvidas nas propriedades, com o apoio da pesquisa e da extensão rural.

Atualmente a Castrolanda tem 35 associados envolvidos com a criação de ovinos. No entanto, Tarcísio Bartmeyer, coordenador da estruturação da cadeia da ovinocultura na cooperativa, informou que o potencial para a região de Castro é de 250 produtores. “A falta de estruturação da ovinocultura ainda é um empecilho para o seu desenvolvimento. Como a produção é pequena só temos abate com inspeção estadual. Precisamos aumentar o plantel para viabilizar a instalação de um frigorífico com inspeção federal na região”, informou. Ele acrescentou que a produção da Castrolanda chega a 3.500 animais por ano, e o objetivo é chegar a 20 mil abates anuais nos próximos três anos.

As informações são do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), adaptadas pela Equipe FarmPoint.  

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

NILSON LEITE DURAES

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Estoquista Hospitalar
postado em 02/07/2013

        Pretendo iniciar uma pequena criação de ovinos, mas, infelizmente no rio de janeiro não existem projetos deste tipo, que estimulem o pequeno criador e tambem não tem abatedouro, com isso, o pequeno acaba não tendo vez, mas, fico feliz ao ver este tipo de iniciativa e de saber que os pequenos, mesmo sendo em outros estados, estão tendo oportunidade de melhorar de vida.   Parabéns!

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade