Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Primeiras adesões ao Sisbi/POA devem ser gaúchas

postado em 04/06/2007

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) espera que nos próximos meses os municípios gaúchos de Crissiumal e Três de Maio, podem ser os primeiros a fazer parte do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi/POA). Com o ingresso, as agroindústrias de ambas cidades registradas no serviço de inspeção municipal e indicadas para integrar o Sisbi/POA poderão comercializar sua produção fora do RS. Hoje, elas só estão autorizadas a vender dentro do território gaúcho.

Criado no ano passado, o Sisbi/POA integra o Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) e tem o objetivo de padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção, a fim de garantir a segurança alimentar dos produtos.

Os municípios e estados interessados em integrar o programa precisam pedir a equivalência dos seus serviços de inspeção do Mapa. Para obtê-la, devem comprovar que têm condições de executar a inspeção e avaliar a qualidade e a sanidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do ministério.

Para serem integrados, estados e municípios devem ter infra-estrutura administrativa e operacional para inspecionar a inocuidade e a qualidade dos produtos de origem animal e desenvolver ações de prevenção, combate à fraude econômica e controle ambiental. Para realizar tais atividades, é necessário que tenham médicos veterinários concursados e sistema de informação.

Segundo informações do Mapa, até agora oito municípios enviaram pedidos de adesão ao Sisbi/POA: Crissiumal, Humaitá, Três de Maio, Constantina e Independência (todos no RS), Maravilha, São João do Itaperiú (SC) e Estância de Serra Negra (SP). Os estados de MG, PA, MS, MT, BA, PR também manifestaram intenção de fazer parte do sistema.

Além da abertura do mercado interno aos produtos regionais, permitindo que as agroindústrias de carne (bovina, ovina, suína e aves), leite, mel e pescados possam aumentar a renda e criar mais empregos, o Sisbi/POA também traz benefícios aos consumidores brasileiros em relação à segurança alimentar.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade