Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Produtores de lã dos EUA avançam na melhoria da qualidade

postado em 18/11/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os produtores de lã dos Estados Unidos têm desenvolvido melhor a atividade, desde melhoramento genético até melhora nas práticas de manejo da lã, e seus esforços têm dado bons resultados. "Qualidade é o que vende e acredito que os produtores se tornaram mais conscientes sobre questões de embalagem e contaminação da lã e estão indo bem", disse o gerente do Center of the Nation Wool, Larry Prager.

Esse sentimento tem sido compartilhado em toda a cadeia de fornecimento da lã. Os produtores estão tomando cuidados extras para evitar contaminação e estão mantendo sua lã mais limpa, dando uma melhor apresentação, disse o gerente comercial da Chargeurs, fabricante de tops, Diego Paullier, adicionando que a melhor qualidade da lã não somente traz melhores preços aos produtores, mas também, influencia seus negócios. "Isso melhora a eficiência das máquinas, aumenta os rendimentos e demanda menos trabalho para corrigir todos os defeitos da lã. Todas essas coisas melhoram os custos de processamento enquanto, ao mesmo tempo, aumenta o valor da lã americana".

De acordo com Prager, aqueles que prestarem atenção à qualidade da lã estão e continuarão recebendo preços históricos que têm sido vistos no mercado de lã. "Você precisa ter boa qualidade ou o mercado não quer você. Os produtores que estão fazendo um bom trabalho com genética e qualidade foram os que ficaram em posição nessa primavera para serem pagos por seus esforços e claramente foram", disse ele. "2011 foi um ano lucrativo de muitas formas e eu acho que grande parte das forças do mercado que direcionaram grandes valores em 2011 (como a alta do dólar, o mercado para lã fina) ainda estão agindo no mercado. 2012 deverá ser outra oportunidade para aqueles com boa genética e qualidade".

Paullier sugere que os produtores continuem seu progresso e foquem na redução de contaminação de cor, separando os animais com lã fina dos demais e continuando a trabalhar na apresentação.

A chave para isso é a participação nos programas de educação oferecidos pela Associação da Indústria Ovina dos Estados Unidos. O Conselho Americano da Lã, que faz parte da Associação, lembra os produtores que a participação nos programas de qualidade da lã requer uma autocertificação anual. O conselho continua estimulando todos os produtores a participar do programa de Clip de Lã Certificada em um esforço para aumentar a qualidade da lã dos Estados Unidos.

A reportagem é do http://sheepindustrynews.org, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade