Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Produtores de São Gabriel/RS participam do Concurso de Esquila Tally-Hi na Feovelha

postado em 04/02/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

No último domingo (02), três produtores de São Gabriel participaram do 1º Concurso de Esquila Tally-Hi, realizado pela Emater/RS-Ascar, durante a 30ª Feovelha, no Parque Charrua, em Pinheiro Machado. Os produtores Joaquim Pedro Donato Ramos de Ramos, Pedro Ubirajara Góis e Pedro Agostinho Ramos de Góis obtiveram o 2º, 3º e 4º lugar, respectivamente.

Por meio da parceria entre Emater/RS-Ascar e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/RS), os produtores participaram de capacitações sobre o método de esquila Tally-Hi. A partir disso, “estimulamos a ida e a participação deles neste concurso, pois seria a oportunidade de mostrar que estão habilitados a utilizar o método de esquila, que após anos de tentativas frustradas, chegou ao Rio Grande do Sul para ficar”, conta a médica veterinária da Emater/RS-Ascar, Elusa Andrade.

Os cursos são promovidos pela Emater/RS-Ascar, nas comunidades de pecuaristas familiares de São Gabriel, há quatro anos. Elusa explica que, juntamente ao método de esquila Tally-Hi, incentiva-se o manejo de esquila pré-parto, o que beneficia o rebanho e a produção de, sem adicionar custos.

Método Tally-Hi

Também conhecido como método australiano, o método Tally-Hi proporciona uma esquila com maior rendimento da lã, já que esta é retirada inteira do animal. Conforme a médica veterinária da Emater/RS-Ascar Elusa Andrade, este método gera menos estresse e, além disso, pode ser utilizado na esquila pré-parto, reduzindo as chances de aborto da ovelha.

O método apresenta nove posições básicas e é realizado com máquina elétrica, tornando-o mais rápido que o tradicional. “Todos são beneficiados, produtor e esquilador, este quando bem capacitado e com prática, pode esquilar mais ovelhas em menos tempo e, assim, lucrar mais”, afirma Elusa.

As informações são da Emater/RS, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade