Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Produtores querem que supermercados britânicos apoiem carne de cordeiro local

postado em 26/07/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Uma recente pesquisa da União Nacional de Produtores Rurais da Escócia (NFUS, da sigla em inglês) mostrou um nível "decepcionante" de carne de cordeiro importada nas prateleiras dos supermercados escoceses.

Apesar de a estação produtiva de cordeiros do Reino Unido e da Escócia ter começado bem, uma pesquisa mostrou que muitos supermercados, como Sainsburys, Tesco e Asda, estão estocando altos níveis de carne de cordeiro da Nova Zelândia e da Austrália. Apesar de alguns supermercados terem mostrado um compromisso contínuo com a carne de cordeiro britânica e escocesa, o presidente da NFUS, Nigel Miller, expressou sua preocupação sobre o espaço "crítico" nas prateleiras ainda sendo usado para altos níveis de produtos importados.

Miller também usou o atual clima financeiro para adicionar peso a seu desapontamento. Ele disse que a estação de 2012 para carne de cordeiro não está sendo estável e que apresentou flutuações nos preços, bem como está tendo que enfrentar problemas com o Euro, que ele disse que tiveram um impacto nas oportunidades de exportação.

"O mercado para carne de cordeiro está mais fraco que na estação anterior e tende a um grau maior de volatilidade do que o visto nas últimas estações. Com o Euro também fraco, e o mercado de exportação menos atrativo, é cada vez mais importante que tenhamos um mercado doméstico forte e viável. Sabemos que os consumidores querem e esperam ver produtos escoceses nas prateleiras e muitos de nossos varejistas não estão dando a eles o que querem".

A pesquisa original foi feita por Miller, que ficou um dia no mês de maio avaliando os supermercados e lojas do país. A última pesquisa foi realizada nesse mês por Miller, pelo gerente de relações na cadeia de alimentos, Wendy Fleming, e pelo gerente de políticas pecuárias, John Sleigh.

"Ainda acreditamos firmemente que uma abordagem coordenada dos produtores com os processadores, até as prateleiras das lojas e os consumidores, nessa estação produtiva de cordeiros, ainda tem potencial para recompensar todos os envolvidos, mas o trabalho a nível de varejo precisa começar agora".

A reportagem é do www.meatinfo.co.uk, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade