Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Programa Alagoas Mais Ovinos beneficia mais de 900 famílias

postado em 29/09/2014

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Governo de Alagoas beneficiou cerca de 900 famílias por meio do Programa Alagoas Mais Ovinos, implementado em 28 municípios do Estado. O Programa, criado em 2009, tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento na cadeia da ovinocaprinocultura. Por meio dos recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) foram ofertados cerca de 7 mil animais para produtores sertanejos.

Segundo a gestora do Programa Alagoas Mais Ovinos, Thaysa Novaes, os ovinos se adaptam com facilidade em temperaturas secas, proporcionando o retorno econômico mais rápido. “Era necessário aplicar um programa para fortalecer a produção no sertão alagoano e os ovinos são adequados para criação no clima seco. Então, por meio do Fecoep, investimos mais de R$ 3 milhões em animais, capacitações e assistência técnica. Cada família cadastrada recebeu sete ovinos e mais 1 reprodutor para iniciar sua produção de ovinocultura”, explica.

Vinte e oito municípios são atendidos pelo programa, entre eles Batalha, Senador Rui Palmeira, São José da Tapera e Igací. Em cada município foram selecionadas 25 famílias que receberam oito animais da raça Santa Inês, sendo sete matrizes e um reprodutor Puro de Origem (PO), a fim de fortalecer a genética da espécie. A gestora explica que o programa está sempre se renovando, pois há um repasse dos produtores que receberam os animais. “Os produtores têm um prazo de dois anos para repassar o número de ovinos que receberam, esses novos vão beneficiar outros criadores. Já atentemos mais de novecentas famílias”. Ainda segundo a gestora, os produtores que repassam antes do prazo, são reconhecidos como produtores modelos e podem ser contemplados em outros programas do Governo.

Além da entrega dos animais, o Programa também ofereceu assistência técnica aos agricultores, como orientações sobre manejo, vacinas e alimentação. O pequeno produtor do município de Carneiros, Assis Vieira, em menos de um ano já reproduziu mais de seis ovelhas. “Esses ovinos são os melhores para criação aqui no Sertão, pois a despesa é menor e são mais resistentes. Posso dizer que minha economia melhorou muito. Sou uma das famílias que recebeu por repasse e em menos de um ano já me rendeu mais de seis borregos”, afirmou.

As informações são da Agência Alagoas, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Adriano Garcia

Araçatuba - São Paulo - Produção de leite
postado em 10/10/2014

Boa tarde; O que é Borrego?

vanderlan gonçalves dos santos

Senador Pompeu - Ceará - Produção de ovinos de corte
postado em 12/10/2014

Muito boa iniciativa . O nordeste é semiarido mais habitado do mundo .E os ovinos tem aptidão para nosso ambiente  , e quando o produtor tem essa ooportunidade com capacitação isso melhora muito a condição das pessoas .

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade