Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Programa nacional para qualidade da carne de cordeiro cresce na Austrália

postado em 03/09/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Meat Standards Australia (MSA), programa de qualidade de carne do Meat and Livestock Australia (MLA), tem sido uma história de sucesso para a indústria de carne bovina do país e, agora, os mesmos benefícios estão sendo vistos pela indústria de carne de cordeiro, introduzida com a marca MSA pela maior rede varejista do país.

A rede Woolworths lançou uma extensão de seu programa MSA para carnes vermelhas em maio oferecendo linhas de carne de cordeiro australiana classificada pelo MSA para os seus clientes. Começando em New South Wales, o programa vem progressivamente se estendendo a outros estados.

O gerente do MSA, Michael Crowley, disse que houve um rápido crescimento na oferta de carne de cordeiro classificada pelo MSA no último ano financeiro (2011-12) com mais de 3,3 milhões de cordeiros apresentados para a classificação MSA em 12 plantas processadoras atualmente licenciadas para processar carne de cordeiro MSA. "Desses cordeiros que foram classificados, 10% foram marcados como MSA e vendidos sob diferentes marcas no varejo, incluindo açougues", disse ele.

Michael espera que mais de três milhões de cordeiros (16% da produção nacional) sejam apresentados para classificação nesse ano financeiro (2012-13). "Falta pouco para algumas plantas processadoras se tornarem licenciadas e o volume crescerá rapidamente".

O MLA aumentará seu foco na educação dos produtores para aumentar o número de produtores registrados para fornecer cordeiros elegíveis para o MSA, bem como treinamento ao setor atacadista, varejista e food service.

Em 2011-12, 30 workshops sobre MSA foram feitos e mais de 3.000 novos produtores de ovinos se registraram no programa.

Não foi somente um importante varejista que entrou nesse mercado, já que a fornecedora de carne Country Fresh, de Brisbane, usou o MSA para apoiar sua marca New England Gold lançada em outubro do ano passado. A empresa vendeu a restaurantes e agora vende por meio de açougues e lojas Stockman's Choice em Queensland e Western Australia.

O coordenador de marketing do Country Fresh, Michael White, disse que queriam uma assinatura da marca como ferramenta de marketing. "Nós destacamos os cordeiros que cumprem os critérios MSA e apresentamos o melhor uso em nossa marca premium", disse ele. "Os consumidores são conduzidos pelo que os açougueiros dizem. O retorno que recebemos dos açougues de terceira e quarta gerações é que se trata a melhor carne de cordeiro que já comeram".

Testes de sabor e pesquisas genéticas estão sendo trabalhadas para garantir que a qualidade no consumo continue melhorando e que os consumidores continuem comendo os cordeiros de melhor sabor. "Ao entender que os consumidores realmente querem qualidade de consumo da carne de cordeiro e, então, usar ferramentas genéticas para fornecer esses requerimentos de sabor, a indústria ovina estará apta para garantir uma contínua melhora na satisfação dos consumidores em um futuro previsível", disse o gerente de pesquisa em qualidade de consumo o MLA, Alex Ball.

A pesquisa é coordenada pelo Centro de Pesquisa Cooperativa para Inovação da Indústria Ovina (SheepCRC) em conjunto com o MLA e estabeleceu um claro entendimento dos atributos da carne de cordeiro que apóiam a satisfação dos consumidores. "Durante o processo de degustação, os consumidores são solicitados a classificar a qualidade da carne de duas estrelas (insatisfatório ou desapontador) para cinco estrelas (premium) e indicar se eles estariam preparados para pagar pelo produto", disse Alex.

"Os consumidores consistentemente disseram que pagariam duas vezes mais pela qualidade cinco estrelas comparado com a de três estrelas. Com boa genética, é possível aumentar consistentemente um lombo de cordeiro para um produto de quatro a cinco estrelas".

A reportagem é do Meat and Livestock Australia (MLA), traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade