Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Proibições às exportações devem ser extinguidas

postado em 30/04/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As restrições às exportações de alimentos para garantir o mercado interno em mais de dez países preocupa a ONU. Na semana passada, o governo brasileiro decidiu proibir por tempo indeterminado os embarques de arroz do estoque público, temendo um desabastecimento interno.

No plano contra a crise anunciado ontem (29), a entidade apontou as barreiras à exportação como um dos motivos da escalada de preços e defendeu o fim delas. "Esses controles encorajam o armazenamento, elevam os preços e atingem as pessoas mais pobres do mundo, que lutam para se alimentar", disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick.

E elogiou a Ucrânia, que deu "um bom exemplo" na semana passada, ao suspender as restrições à exportação de grãos. "Isso teve um efeito imediato na queda de preços e outros podem fazer o mesmo", disse.

Na semana passada, o Japão, maior importador de alimentos do mundo, informou que pedirá a introdução de normas na OMC para regular as restrições às exportações, algo já adotado por países como Indonésia, Rússia, China e Vietnã. "É óbvio que esse tipo de medida diminui a oferta de produtos no mercado e leva ao aumento de preços", disse o presidente do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, Lennart Bäge.

As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade