Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Projeto de Lei exige produção de alimento animal em áreas irrigadas do Nordeste

postado em 22/01/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Projeto de Lei 5640/13 destina porcentual das áreas de projetos públicos de irrigação em propriedades localizadas na área de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) à produção de forrageiras, plantas destinadas à alimentação animal.

Pelo texto, do deputado Jesus Rodrigues (PT-PI), esse tipo de cultura deve ocupar pelo menos uma unidade parcelar com área não inferior à da unidade de agricultor irrigante familiar.

Ainda conforme a proposta, o Poder Público federal, em parceria com estados e municípios, terá de implantar pelo menos uma unidade de produção em cada município de atuação da Sudene no prazo de cinco anos após a publicação da nova lei.

Secas

Rodrigues lembra que a Região Nordeste ocupa 18,3% do território brasileiro, e conta com 1.793 municípios distribuídos por nove estados. O deputado destaca também que uma característica da região, apesar de deter 18% das bacias hidrográficas do Brasil, são os períodos recorrentes de longas estiagens.

De acordo com o parlamentar, mesmo com "as inúmeras medidas adotadas pelo governo federal", os resultados das secas ainda são avassaladores, e, embora ninguém mais morra de sede, "animais e lavouras ainda padecem". "Isso evidencia a necessidade de avançar em programas para reestruturação produtiva, que possam melhorar a convivência dos produtores rurais com períodos de seca prolongada", argumenta.

O deputado ressalta que o objetivo da proposta é que, daqui a cinco anos, nenhum animal dos rebanhos morra mais por causa da estiagem. "A alimentação destinada a eles implicará na sustentação da produção e, consequentemente, na melhoria da qualidade de vida dos moradores da região semiárida", afirma.

Tramitação

O texto foi encaminhado para análise conclusiva das comissões de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia; de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

As informações são da Agência Câmara, adaptadas pelo FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade