Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Ração mais cara esfria demanda

postado em 02/03/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A alta dos grãos está afetando diretamente os preços domésticos da rações para produção animal, que utilizam milho e soja como matérias-primas, segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações).

Apesar de os dados do primeiro bimestre do ano ainda não terem sido finalizados, o vice-presidente executivo do Sindirações, Ariovaldo Zani, diz haver no setor uma percepção de "esfriamento".

Com os grãos em alta, as indústrias de nutrição animal têm repassado para os produtos finais. "Não é possível segurar essa valorização sem fazer repasses. Por isso, os produtores estão cobrando das empresas novas tecnologias que permitam ganhos de produtividade", afirma Lauriston Bertelli, diretor-técnico da Premix.

Na cadeia bovina, a influência do mercado de rações pode ocorrer sobre os confinamentos. No ano passado, o segmento não foi influenciado pela alta dos grãos pois a valorização teve início no segundo semestre, diferente do que ocorre neste ano.

A matéria é de Alexandre Inacio, publicada no jornal Valor Econômico, resumida e adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade