Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Recém-criada, Federação Latinoamericana de Indústrias Veterinárias será dirigida pelo Brasil

postado em 30/03/2015

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A recém criada Federação Latinoamericana de Indústrias Veterinárias (FLAIVET) será dirigida pelo Brasil até 2016. No país, este mercado vem crescendo de maneira consistente a taxas médias de 12% ao ano e, em 2014, apresentou um faturamento de R$18,5 bilhões. A entidade, que reúne as associações de laboratórios nacionais da Argentina e de seis países da América Central (Panamá, Nicarágua, Guatemala, Honduras, República Dominicana e El Salvador), tem como uma de suas principais bandeiras o combate à pirataria, ao contrabando e às falsificações de produtos veterinários, tema de sua última assembleia realizada em Quito, no Equador.

De acordo com a instituição, a fiscalização sobre o mercado de produtos veterinários piratas é insuficiente e, aliada a uma punição frágil, não consegue inibir novos casos de pirataria. O tamanho da fronteira terrestre brasileira também dificulta o controle sobre a entrada de mercadorias falsificadas no país.

Uma das consequências deste comércio é o risco à saúde das pessoas que consomem produtos derivados de animais tratados com produtos piratas, muitas vezes produzidos em condições inadequadas, sem obedecer às regras necessárias de comprovação de eficácia e segurança de um produto de qualidade. Também há o impacto nas empresas que operam legalmente, pois as mercadorias falsificadas são vendidas a preços muito menores do que as legalizadas, caracterizando uma concorrência desleal ao mercado formal. Sem contar as sequelas sobre o mercado global, uma vez que os produtos piratas muitas vezes deixam resíduos acima dos limites permitidos nos produtos cárneos, causando o bloqueio das exportações brasileiras aos principais mercados mundiais.

As informações são do CRMV-SP, resumidas e adaptadas pela Equipe Nossa Matilha.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade