Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Reino Unido tem maior preço de carne em 15 anos

postado em 29/12/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A produção de ovinos tem um futuro brilhante em curto e longo prazo, disse o presidente do English Beef and Lamb Executive (EBLEX), John Cross. Segundo ele, apesar da recessão, os valores no varejo do Reino Unido estão aumentando. "Os preços agora são os mais altos dos últimos 12 meses".

Com um preço de cerca de NZ$ 7,70 (US$ 5,39) por quilo de carne no final do mês passado, os produtores de ovinos obtiveram o maior preço dos últimos 15 anos. O enfraquecimento da libra esterlina e a escassa oferta de carne ovina na Europa contribuíram para que o preço da carne aumentasse.

Cross ressaltou que o mercado seria diferente se a indústria não tivesse estimulado as exportações. Além disso, comentou que a produção ovina da Inglaterra e da Nova Zelândia tem muitas semelhanças com a produção do Reino Unido, fazendo com que este busque um diferencial: a máxima qualidade dos seus produtos.

Mudar a mentalidade dos consumidores para que esses paguem pela qualidade e pela procedência dos produtos exige tempo. No Reino Unido, progressos nesse sentido foram e estão sendo feitos com a carne ovina, visto que os consumidores estão preparados para pagarem mais pelo produto.

Os consumidores estão exigindo produtos com menos ossos e menos gordura e a carne ovina tem espaço para melhorar nesse aspecto. A carne ovina é a mais cara da prateleira e além disso, a forma na qual é apresentada, torna-a pouca competitiva quando comparada a outras fontes de proteína animal de grandes volumes e baixos custos, como a carne suína e a carne de aves.

Em 24/12/09 - 1 Dólar Neozelandês = US$ 0,7008
1,4262 Dólar Neozelandês = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

A reportagem é do site RuralNews.co.nz, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade