Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

RN: qualidade do leite de cabra melhora com uso de kit

postado em 23/02/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Na Estado do Rio Grande do Norte, produtores de leite de cabra receberam kits de ordenha manual e, como consequência, houve melhoria na qualidade do leite produzido. Os criadores receberam orientações e kits desenvolvidos pela Embrapa. A novidade já foi testada com sucesso em outros estados do Nordeste.

No kit os criadores recebem 17 materiais, como baldes, mangueiras, escovas, canecas e esguichos. O investimento do conjunto, com todos os acessórios, não chega a R$ 150. Com o kit montado os criadores terão apenas que repor os produtos de limpeza e os materiais descartáveis, como papel toalha. Segundo os caprinocultores, o custo-benefício vale a pena.

Para comprovar a eficácia do kit os pesquisadores estão coletando amostras do leite ordenhado tradicionalmente e do leite ordenhado com os novos materiais. As análises serão feitas na Universidade Federal Rural de Pernambuco e vão servir para fazer um comparativo de qualidade. Pelos resultados já vistos nos locais onde o kit foi distribuído, a redução no número de bactérias encontradas no leite foi bem expressiva.

"As coletas foram feitas na Paraíba e no Ceará. Foi demonstrado pelas análises que houve em torno de 50% a 60% de redução da carga bacteriana", explicou Selene Benevides, engenheira de alimentos da Embrapa.

O kit que está sendo usado pelos criadores de cabra é uma adaptação do manejo desenvolvido pela Embrapa para o gado leiteiro.

As informações são do Globo Rural, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade