Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Rossi indica novo presidente para Conab

postado em 23/02/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Aos poucos o ministro Wagner Rossi está montando sua equipe no Ministério da Agricultura com várias indicações de partidos e parlamentares. Nos próximos dias, anunciará o goiano Evangevaldo Moreira dos Santos como novo presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Advogado e pecuarista em Niquelândia (GO), Santos assumirá um dos cargos mais disputados pelos partidos aliados ao governo. É uma indicação pessoal do líder do PTB, Jovair Arantes (GO), com respaldo da bancada na Câmara. Ele comandou a Ceasa na gestão Marconi Perillo (PSDB) e a Agência Ambiental no governo Alcides Rodrigues (PP). "Está confirmado, pacificado. Aguardamos apenas a tramitação burocrática. O ministro Rossi e a Casa Civil já deram o sinal verdíssimo", disse Arantes.

O novo presidente da Conab comandará um orçamento de R$ 5,2 bilhões para aquisições e subsídios agrícolas em todos os Estados do país. A nomeação foi longamente negociada pelo governo. Brigavam pelo posto nomes indicados por PT, PRB e PMDB. Mas o PTB conseguiu garantir o cargo, hoje ocupado pelo petebista Alexandre Magno Aguiar, novamente para a legenda. "Continua sendo do partido. É só uma substituição. Vamos marchar com o ministro, que faz uma gestão fantástica", afirmou Jovair Arantes.

Mesmo com o impasse nas nomeações para o segundo escalão do governo, o ministro Rossi conseguiu efetuar várias trocas no ministério. Na Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, assumiu o agrônomo paranaense Erikson Chandoha, indicado pelo deputado Moacir Micheletto (PMDB-PR). Foram indicados por partidos ou parlamentares, com o respaldo de Rossi, outros três diretores da secretaria. Vinculado ao PP de Uberaba (MG), Ricardo Saud emplacou como diretor de Cooperativismo. Amigo pessoal do ministro Rossi, Boaventura Teodoro Lima assumiu a Diretoria de Infraestrutura e Logística. O novo diretor de Propriedade Intelectual e Tecnologia Agropecuária, Hélcio Botelho, foi indicação do deputado Homero Pereira (PR-MT).

Na Secretaria de Defesa Agropecuária, o veterinário Luiz Carlos Oliveira assumiu a diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal por indicação do grupo do senador José Sarney (PMDB-AP). A diretoria de Saúde Animal ficou com Guilherme Marques.

A reportagem é de Mauro Zanatta, para o jornal Valor Econômico, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade