Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

RS: primeira capacitação de gestores das ações de combate ao abigeato e abate irregular ocorre no estado

postado em 05/11/2013

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Destinada aos gestores regionais, a capacitação terá duração de cinco dias. No último dia, sexta-feira (08), haverá aula prática de barreiras e, na Embrapa Pecuária Sul, apresentação de identificação animal. Na sequência, os municípios de Alegrete e Santana do Livramento também serão contemplados.

Pelo menos 50 pessoas devem ser treinadas por 15 instrutores das cinco pastas. A proposta é nivelar os conhecimentos de cada área específica. Saber como identificar, prevenir e reprimir os crimes cometidos no campo a partir de ações estratégicas tem sido um desafio às instituições públicas. A quantidade de estradas vicinais que se interligam a milhares de quilômetros longe dos olhos da justiça permite que produtos sem identificação e sem procedência coloquem em risco a saúde da população.

O mapeamento dessas regiões também aparece como meta do Comitê Gestor Estadual, criado por decreto pelo governador Tarso Genro. Em Bagé, o treinamento incluirá essas e outras questões. À Secretaria da Saúde, por exemplo, caberá nortear os assuntos de inspeção de produção e fiscalização de comércios de produtos de origem animal, transporte de alimentos, fiscalização de carnes e derivados, legislação.

A Secretaria da Fazenda terá a atribuição de facilitar a identificação do que é uma nota fiscal de produtor, qual a sistemática da Receita Estadual e a atuação de turmas volantes municipais que fiscalizam o chamado valor adicionado. A Defesa Agropecuária ficará a cargo da Secretaria da Agricultura. O treinamento dará conta do transporte de cargas (identificação e procedimentos), documentação sanitária, diferentes tipos de carga, observação de marcas e sinais para identificar animais.

Na área da segurança pública, os participantes vão conhecer, pela Brigada Militar, estratégias de patrulhamento rural, legislação, técnicas e táticas de barreiras. A Polícia Civil irá instruir sobre crimes de furto, roubo, receptação e apropriação indébita, crimes contra a saúde, relações de consumo e investigações de abigeato.

As informações são do Governo do Rio Grande do Sul, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

poliana lima de espindola

Tabira - Pernambuco - Estudante
postado em 05/11/2013

É um caso que deve ser resolvido o mais breve possível. Vamos agilizar autoridades.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade